Maria da Penha: lei ganha reforço e endurece pena contra agressores

Maria da Penha: lei ganha reforço e endurece pena contra agressores

Lei 13.836/19, proposta por Rosangela Gomes, obriga delegado de Polícia informar ao Judiciário caso a mulher vítima da violência seja pessoa com deficiência. Norma altera mecanismos na Lei Maria da Penha

Brasília (DF) – O Presidente da República, Jair Bolsonaro, sancionou, nesta quarta-feira (5), a Lei 13.836/2019 cuja origem é o Projeto de Lei 347/2015, de autoria da deputada rfederal Rosangela Gomes (PRB-RJ). Pelo texto, fica obrigatório o registro no Boletim de Ocorrência (BO) de possível deficiência preexistente de mulher vítima de violência doméstica ou familiar, além do registro caso a agressão origine ou agrave essa condição.

“Os índices de feminicídios vem crescendo assustadoramente em nosso país e conseguir melhorar a legislação em defesa das mulheres portadoras de deficiência é uma grande satisfação”, comemorou a deputada.

Ela esclareceu que a proposta foi pensada de maneira a elucidar casos em que a vítima sofre tanta violência que lhe causa danos permanentes e a coloca na condição de pessoa com deficiência. Além disso, Rosangela observa que a condição de a vítima ter alguma deficiência dificulta as chances de ela se defender de um possível agressor, razão por que a Lei prevê o aumento de pena.

A republicana analisa, ainda, que a tramitação da proposta que aperfeiçoou a Lei Maria da Penha aconteceu de forma rápida. Em quatro anos, o projeto foi analisado nas comissões de mérito e pelos plenários das duas Casas Legislativas. Rosangela atribui essa celeridade “à sensibilidade dos colegas parlamentares, sempre abertos à causa dos portadores de deficiências”.

Por fim,a deputada do PRB enfatizou a necessidade de engajamento das deputadas e senadoras para com as pautas femininas no Congresso Nacional. “Não adianta somente lutar por maior representação no Parlamento. É preciso, na hora de executar a legislatura, direcionar as ações parlamentares para as mulheres. Precisamos fazer encaminhamentos de recursos e sugerir leis de maneira a beneficiar o público feminino”, disse Rosangela.

Texto: Fernanda Cunha / Ascom – Liderança do PRB
Foto: Douglas Gomes

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

REPORTAR ERRO

Informar erro

COMPARTILHE

FALE CONOSCO

O PRB está de portas abertas para ouvir você

Sugestões, críticas, dúvidas e elogios

faleconosco@prb10.org.br

FALE COM O PARLAMENTAR

Nesta semana, envie sua mensagem para a deputada federal Rosangela Gomes (PRB-RJ):

E-mail (clique aqui)
ou
(61) 3215-5438

QUEM É QUEM

Conheça as lideranças do Partido Republicano Brasileiro

CONFIRA

EU REPÓRTER

Deseja indicar uma matéria para sair aqui no Portal PRB?

pautas@prb10.org.br

RECEBA NO SEU E-MAIL

Enviamos para seu email os destaque da semana.
Faça parte do Boletim 10!

Respeitamos seu email. Não gostamos de SPAM.

Você foi inscrito com sucesso!

Pin It on Pinterest

Receba as novidades do PRB no seu e-mail

Boletim 10: enviado às segundas-feiras. Não enviamos spam.