Jory Oeiras quer explicações sobre recursos repassados à segurança pública do Amapá

Jory Oeiras quer explicações sobre recursos repassados à segurança pública do Amapá

Jory Oeiras foi informado que o estado recebeu R$ 22 milhões entre 2011 e 2013. Ele quer informações se o investimento foi executado de forma eficiente

Macapá (AP) –  O deputado estadual Jory Oeiras (PRB-AP) se reuniu, na quarta-feira (25), com o coordenador do programa de Políticas de Proteção de Fronteira, José Camilo da Silva, da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), em Brasília. Na pauta, a segurança pública da região da fronteira do estado do Amapá. O republicano é presidente da Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa do Amapá.  Também participaram do encontro os deputados Charles Marques, Jaci Amanajás e Janete Tavares.

Durante o encontro, José Camilo informou que foram destinados ao estado recurso na ordem de R$ 22 milhões entre 2011 e 2013 para o aparelhamento da polícia, rádio comunicação e aquisição de sistema de vídeo monitoramento. “No período de 2011 a 2013, não tivemos nada de investimentos lá no Amapá referente ao recurso que foi repassado. A execução iniciou no segundo semestre de 2014. A gente até chegou a pensar que o estado não precisava do recurso. Até porque dos R$ 8 milhões que eram para o reaparelhamento, R$ 2 milhões foram devolvidos”, declarou o coordenador do programa de Políticas de Proteção de Fronteira.

Diante das informações apresentadas, Jory Oeiras e os demais deputados solicitaram um relatório com todos os valores destinados ao Amapá explicando de que forma os recursos foram gastos. “Faremos um levantamento de tudo o que foi feito com esses R$ 22 milhões e verificaremos se o investimento foi executado de forma eficiente. Até porque está tudo bem detalhado no sistema da Secretaria Nacional de Segurança Pública, o qual teremos acesso”, disse Jory Oeiras.

José Camilo também explicou sobre o Decreto 8.903/16, que institui o Programa de Proteção Integrada de Fronteiras, que trata da organização e atuação de unidades da administração pública federal para sua execução, e sobre o Gabinete de Gestão Integrada de Fronteira (GGIF). Camilo sugeriu que fosse implantado o GGIF no Amapá. “Já existem sete estados que criaram o Gabinete de Gestão Integrada de Fronteira. Faltam quatro, incluindo o Amapá, que deveria implantar, pois ganhará força para o estado no sentido de articular e viabilizar recursos federais”, informou.

Texto: Agência PRB Nacional, com informações da Ascom – Jory Oeiras
Fotos: Ascom – Jory Oeiras

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

REPORTAR ERRO

Informar erro

COMPARTILHE

FALE CONOSCO

O PRB está de portas abertas para ouvir você

Sugestões, críticas, dúvidas e elogios

faleconosco@prb10.org.br

FALE COM O PARLAMENTAR

Nesta semana, envie sua mensagem para a deputada federal Rosangela Gomes (PRB-RJ):

E-mail (clique aqui)
ou
(61) 3215-5438

QUEM É QUEM

Conheça as lideranças do Partido Republicano Brasileiro

CONFIRA

EU REPÓRTER

Deseja indicar uma matéria para sair aqui no Portal PRB?

pautas@prb10.org.br

RECEBA NO SEU E-MAIL

Enviamos para seu email os destaque da semana.
Faça parte do Boletim 10!

Respeitamos seu email. Não gostamos de SPAM.

Você foi inscrito com sucesso!

Pin It on Pinterest

Receba as novidades do PRB no seu e-mail

Boletim 10: enviado às segundas-feiras. Não enviamos spam.