Comissão Mista de Combate à Violência contra a Mulher é criada com participação do PRB

Comissão Mista de Combate à Violência contra a Mulher é criada com participação do PRB

Durante a instalação do colegiado, a republicana destacou a necessidade da ampliação das políticas públicas e de criação de leis que protejam as mulheres.

 

Brasília (DF) – Durante a instalação da Comissão Mista de Combate à Violência Contra a Mulher, composta por parlamentares da Câmara e do Senado, a deputada federal Rosangela Gomes (PRB-RJ) destacou a necessidade da ampliação das políticas públicas e de criação de leis que protejam as mulheres brasileiras.

A deputada citou o caso da dona de casa Cláudia Silva Pereira que foi vítima de bala perdida no caminho para a padaria e teve o corpo arrastado por uma viatura da Polícia Militar por 350 metros de forma brutal. O exemplo foi citado como forma de destacar que, apesar das conquistas, é preciso avançar muito mais nos mecanismos que coíbam a prática da violência contra o gênero feminino.

Para Rosangela, a criação de um colegiado representa uma vitória em favor da luta em defesa das mulheres, que muitas vezes sofrem agressões no âmbito familiar e não recebem a devida proteção do Estado. “Estarei aqui defendendo o direito de todas as mulheres, ainda que tenha divergência, votando contra ou a favor. Mas, exercendo a cidadania e, sobretudo fortalecendo a democracia em todos os setores da sociedade. Avante mulheres brasileiras e parabéns à comissão”, afirmou.

rosangela-gomes-prb-comissao-mista-de-combate-a-violencia-contra-a-mulher-e-criada-com-participacao-do-prb-foto-roberto-ribeiro-11-03-15-02Sobre a comissão

Na primeira reunião, a senadora Simone Tablet (PMDB-MS) foi eleita presidente e a deputada Keiko Ota (PSB-SP) vice. Formada por 37 membros, a Comissão Mista é composta na maioria por mulheres, mas já conta com a participação de seis deputados e senadores. Os líderes dos partidos devem concluir a indicação dos membros até a próxima reunião, marcada para o dia 25 de março, às 14h no salão nobre do Senado.

O novo colegiado foi proposto pela Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) da Violência contra a Mulher, responsável pela investigação de agressões diretas contra as mulheres até 2012.

Cabe à comissão, formular projetos para concretização da Política Nacional de Enfrentamento à Violência contra as Mulheres. O colegiado, também, tem como função apresentar irregularidades nos serviços e ações prestadas às mulheres nas áreas de seguridade social, seguranças jurídica e pública.

Participação do PRB

A deputada federal Tia Eron (PRB-BA) é titular da comissão e a vaga de suplente é da deputada Rosangela Gomes do Rio de Janeiro. Uma das principais bandeiras de luta da bancada feminina será a equiparação entre gêneros no legislativo federal, estadual e municipal. A medida visa ampliar, de forma efetiva, a participação da mulher na política brasileira.

 

Texto: Maurizan Cruz / Ascom – deputada federal Rosangela Gomes
Fotos: Roberto Ribeiro

 

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

REPORTAR ERRO

Informar erro

COMPARTILHE

FALE CONOSCO

O PRB está de portas abertas para ouvir você

Sugestões, críticas, dúvidas e elogios

faleconosco@prb10.org.br

FALE COM O PARLAMENTAR

Nesta semana, envie sua mensagem para a deputada federal, Rosangela Gomes (PRB-RJ)

E-mail (clique aqui)
ou
(61) 3215-5438

QUEM É QUEM

Conheça as lideranças do Partido Republicano Brasileiro

CONFIRA

EU REPÓRTER

Deseja indicar uma matéria para sair aqui no Portal PRB?

pautas@prb10.org.br

RECEBA NO SEU E-MAIL

Enviamos para seu email os destaque da semana.
Faça parte do Boletim 10!

Respeitamos seu email. Não gostamos de SPAM.

Você foi inscrito com sucesso!

Pin It on Pinterest

Quer fazer um
Curso de Política GRATUITO?

Preencha para receber seu acesso ao curso!