Projeto sugere a inclusão do ensino de Libras nas escolas públicas de Parobé

Projeto propõe a inclusão do ensino de Libras nas escolas públicas de Parobé

De autoria do vereador Gilberto Gomes Júnior, proposição visa eliminar as barreiras nas comunicações e promover a inclusão social

Parobé (RS) – Tramita na Câmara Municipal de Parobé projeto do vereador Gilberto Gomes Júnior (PRB) que sugere a inclusão da Língua Brasileira de Sinais (Libras) com disciplina transversal na grade curricular das escolas públicas do município.

A proposta, que tem como objetivo promover a inclusão social, defende a capacitação dos profissionais das repartições públicas municipais e agências bancárias com a finalidade de atender este segmento na sociedade.

“Nosso objetivo é capacitar os profissionais nas mais diversas áreas e estimular o aprendizado da Libras para as crianças nas escolas e proporcionar a quebra de barreiras para as pessoas com deficiência auditiva que precisam lidar diariamente com a desinformação, preconceito e com a falta de estrutura”, defendeu o parlamentar na proposta.

Segundo Gilberto, a ideia do projeto surgiu da visita que recebeu, semana passada, dos alunos e professores da escola Emef Idalino Pedro Silva e membros de uma comunidade surda, que solicitaram a inserção do ensino de Libras no município.

“Expliquei para os alunos como é o processo na Câmara Municipal para elaboração de um projeto até se tornar lei e como é uma votação em uma sessão. E nos comprometemos a apresentar a sugestão, motivo pelo qual a fiz”, destacou o republicano.

Conforme Gilberto, que aguarda o retorno da proposta em forma de projeto de lei do Executivo, o ensino da Libras vai promover a inclusão social dos deficientes auditivos e auxiliá-los nas tarefas do dia a dia.

“A presença de uma pessoa que entenda e resolva o problema nos estabelecimentos públicos vai diminuir as falhas no processo de comunicação, o que gera constrangimento e prejuízo ao deficiente auditivo”, disse Gilberto.

A Língua Brasileira de Sinais teve origem no Instituto dos Surdos Mudos, conhecido, atualmente, como Instituto Nacional da Educação de Surdos (Ines), por meio da fusão entre os métodos brasileiros até então existentes e o estruturado método francês de linguagem de sinais.

Contudo, somente no ano de 2002, por meio da Lei n° 10.436, que a Libras passou a ser considerada, oficialmente, como o segundo idioma do Brasil, devendo ser garantido, por parte do poder público em geral e empresas concessionárias de serviços públicos, como meio de comunicação objetiva e de utilização corrente das comunidades surdas do país.

Texto: Agência PRB Nacional
Foto: Cedida

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

REPORTAR ERRO

Informar erro

COMPARTILHE

FALE CONOSCO

O PRB está de portas abertas para ouvir você

Sugestões, críticas, dúvidas e elogios

faleconosco@prb10.org.br

FALE COM O PARLAMENTAR

Nesta semana, envie sua mensagem para o senador Eduardo Lopes (PRB-RJ):

E-mail (clique aqui)
ou
(61) 3303-5730

QUEM É QUEM

Conheça as lideranças do Partido Republicano Brasileiro

CONFIRA

EU REPÓRTER

Deseja indicar uma matéria para sair aqui no Portal PRB?

pautas@prb10.org.br

RECEBA NO SEU E-MAIL

Enviamos para seu email os destaque da semana.
Faça parte do Boletim 10!

Respeitamos seu email. Não gostamos de SPAM.

Você foi inscrito com sucesso!

Pin It on Pinterest

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Receba as novidades do PRB no seu e-mail

Boletim 10: enviado às segundas-feiras. Não enviamos spam.