Prefeito Marcelo Crivella lança o Prontuário Carioca

Prefeito Marcelo Crivella lança o Prontuário Carioca

Sistema permite ao cidadão acesso a seu histórico hospitalar pelo celular

Rio de Janeiro (RJ) – O prefeito Marcelo Crivella (PRB) lançou nesta segunda-feira (6), no Palácio da Cidade, em Botafogo, o Prontuário Carioca, sistema eletrônico que interliga todas as informações de pacientes nas redes hospitalar, básica e psicossocial da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Com a novidade, será possível ao paciente acesso pelo celular ao seu histórico hospitalar, como consultas marcadas e remédios receitados. Os médicos terão maior agilidade na verificação da evolução clínica das pessoas que procuram atendimento, incluindo medicação administrada e resultados de exames.

“Esse software vai ajudar a prefeitura a cortar gastos. O Prontuário Carioca é agora um patrimônio da cidade. Quando começamos a implantá-lo, fizemos um estudo sobre sua viabilidade econômica. Já existia empresa que tomava conta da informatização das clínicas de família e de várias unidades. Agora, o que cabe a nós, se temos um sistema muito mais barato, que fala com o do governo federal e o SUS? É um dever do prefeito cortar custos, e por isso implementamos esse sistema, desenvolvido na própria Prefeitura”, afirmou Crivella.

O projeto representa uma economia de cerca de R$ 45 milhões para o município, já que foi desenvolvido dentro as própria Prefeitura, sem necessidade de aquisição de softwares e desenvolvimento no mercado. O sistema funciona assim: o paciente se cadastra numa unidade de saúde municipal e depois recebe um e-mail para fazer o primeiro acesso ao Prontuário Carioca. Daí em diante, passa a receber no celular avisos sobre exames e os resultados dos exames, de forma simples e prática.

“O prontuário eletrônico é um projeto muito feliz, porque ele automatiza processos de trabalho dentro das unidades de saúde, para os profissionais, e fornece ao cidadão informações importantes sobre seu histórico hospitalar”, destacou a secretária municipal de Saúde, Beatriz Busch.

Criado por uma equipe de desenvolvedores da Assessoria Técnica da Informação da SMS, o Prontuário Carioca foi implantado experimentalmente em quatro hospitais e uma maternidade. A partir deste ano será expandido para todas as demais unidades hospitalares da rede, gradativamente. O sistema, baseado em ferramentas opensource, ou seja, de código aberto, começou a ser desenvolvido em 2018 e está sendo usado, como piloto, em algumas clínicas dos hospitais municipais Salgado Filho, Lourenço Jorge, Miguel Couto e Souza Aguiar e na Maternidade Leila Diniz. Futuramente, poderá ser liberado pela Prefeitura do Rio também para auxiliar outros municípios brasileiros na gestão de suas redes.

Prontuários direto no computador

Nesta fase inicial, os prontuários dos pacientes nos hospitais – que, dependendo do caso clínico e do tempo de internação, geram volumes com centenas de folhas de papel para serem vistos e revistos pelos médicos – passam a ser feitos diretamente no computador. Nele são inseridos, pelos médicos e demais profissionais envolvidos no cuidado do doente, todas as informações necessárias ao tratamento e acompanhamento do quadro, incluindo evoluções clínicas e medicação prescrita. Com interface amigável, o sistema permite ainda a transmissão automatizada dos laudos de exames patológicos. Isso quer dizer que, assim que os equipamentos dos laboratórios terminarem de processar as amostras em análise, os resultados vão diretamente para a ficha do paciente, sem a necessidade de o laudo ser digitado por um operador ou ser impresso e levado por um portador para entregar na enfermaria de origem.

O Prontuário Carioca é ainda o primeiro programa capaz de interoperar com o HOSPUB, sistema de gestão hospitalar desenvolvido pelo Ministério da Saúde e disponibilizado já há cerca de 20 anos para todos os hospitais do SUS no Brasil. Atualmente, a rede hospitalar do Rio usa o HOSPUB, que tem módulos para vários setores, como controle dos leitos, entrada e saída dos pacientes (só dados administrativos, sem evolução clínica) arquivo médico, faturamento, almoxarifado/farmácia e recepção. Com a chegada do Prontuário Carioca, todas as informações do HOSPUB poderão ser absorvidas para operação junto ao novo sistema, garantindo assim uma memória de duas décadas de arquivos.

A expansão do Prontuário Carioca para outros hospitais da rede será possível graças à aquisição em 2018 de 481 novos computadores. Os equipamentos foram adquiridos com parte do investimento de R$ 50,5 milhões feito no início do ano pela Prefeitura, com recursos do Fundo Nacional de Saúde, por meio de uma emenda parlamentar de quando o prefeito Marcelo Crivella era senador. Os computadores foram licitados na modalidade pregão eletrônico pela Empresa Municipal de Informática (IplanRio) no ano passado, no total de R$ 2.049.250, e já estão em uso nas unidades.

Além de “conversar” com o HOSPUB, por ser desenvolvido na arquitetura e-PING – baseada na interoperalidade entre os sistemas de informação – o Prontuário Carioca futuramente poderá interagir também com os prontuários eletrônicos usados na Atenção Primária. Isso quer dizer, por exemplo, que, se o hospital onde um paciente esteja internado precisar, terá acesso ao histórico do doente na clínica da família, quais doenças crônicas ele tem, que tratamentos já faz e que medicamentos de uso contínuo toma. Da mesma forma, o médico de família terá acesso a todos os dados dos procedimentos pelos quais seu paciente passou enquanto esteve internado.

Cartão SUS será usado na consulta de dados

Já o cidadão, de casa ou pelo celular, terá à disposição todo o seu histórico de saúde e prontuários. Os dados serão consultados pela internet a partir do número do Cartão Nacional de Saúde (o Cartão SUS) e uma senha pessoal, para que apenas o paciente tenha acesso aos próprios dados. O Prontuário Carioca vai dar cidadania ao usuário da rede hospitalar dando o direito de ter acesso direto a seu prontuário para ver os resultados dos seus exames laboratoriais realizados nos hospitais e, futuramente, o sistema também disponibilizará as consultas marcadas e realizadas, medicamentos receitados, passagens pela emergência e internações, com seus respectivos CID (Código Internacional de Doenças) e procedimentos realizados.

Após a implantação do sistema nos hospitais da rede, numa etapa seguinte o Prontuário Carioca será expandido para a rede de saúde mental, com prontuários adaptados às necessidades específicas dos cuidados com esses pacientes. Também será disponibilizado um banco de dados semânticos, que permitirá ao médico o cruzamento de informações dos diferentes tratamentos feitos pelo paciente, aproveitando os exames já realizados e evitando a repetição desnecessária daqueles que sejam comuns a vários protocolos clínicos. O sistema também terá abas para informações referentes ao acolhimento com classificação de risco e para o Programa de Prevenção da Cegueira Infantil.

Texto: Ascom – Prefeitura do Rio de Janeiro
Foto: Mariana Ramos

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

REPORTAR ERRO

Informar erro

COMPARTILHE

FALE CONOSCO

O PRB está de portas abertas para ouvir você

Sugestões, críticas, dúvidas e elogios

faleconosco@prb10.org.br

FALE COM O PARLAMENTAR

Nesta semana, envie sua mensagem para a deputada federal Rosangela Gomes (PRB-RJ):

E-mail (clique aqui)
ou
(61) 3215-5438

QUEM É QUEM

Conheça as lideranças do Partido Republicano Brasileiro

CONFIRA

EU REPÓRTER

Deseja indicar uma matéria para sair aqui no Portal PRB?

pautas@prb10.org.br

RECEBA NO SEU E-MAIL

Enviamos para seu email os destaque da semana.
Faça parte do Boletim 10!

Respeitamos seu email. Não gostamos de SPAM.

Você foi inscrito com sucesso!

Pin It on Pinterest

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Receba as novidades do PRB no seu e-mail

Boletim 10: enviado às segundas-feiras. Não enviamos spam.