Crivella determina pronta ação de órgãos municipais após incêndio no Museu Nacional

Crivella determina pronta ação de órgãos municipais após incêndio no Museu Nacional

“É um momento de luto, uma perda inestimável de um acervo que é parte da memória do Brasil e do mundo”, diz Crivella

Rio de Janeiro (RJ) – O prefeito Marcelo Crivella (PRB) determinou aos órgãos públicos municipais pronta resposta para ajudar as autoridades federais após o trágico incêndio que destruiu o Museu Nacional, na Quinta da Boa Vista, na noite de domingo (2) e madrugada desta segunda-feira (3). Por conta disso, a Prefeitura do Rio logo colocou seus principais recursos à disposição. Cedo, na manhã desta segunda, Crivella esteve na Quinta da Boa Vista para acompanhar o trabalho de rescaldo. O prefeito lamentou a destruição do acervo histórico e do palácio imperial.

“É imensurável, não se pode expressar em palavras. É um momento de luto, uma perda inestimável de um acervo que é parte da memória do Brasil e do mundo. Perdemos aqui uma parte importante do mobiliário e dos símbolos da nossa Coroa, do primeiro Império. Não vamos permitir que isso permaneça em escombros. Vamos unir forças com o governo federal e o governo estadual para reconstruir o museu”, disse Crivella.

Pouco depois das 19h30 de domingo, horário em que o fogo começou, o Centro de Operações Rio (COR) e a Rioluz enviaram holofotes para auxiliar na iluminação do local, para reduzir as dificuldades no trabalho do Corpo de Bombeiros. Defesa Civil, Guarda Municipal (GM) e CET-Rio realizaram o isolamento do perímetro da Quinta, e a Comlurb enviou carros-pipa. O COR também apoiou os bombeiros no acionamento de equipes da Cedae e de concessionárias de serviços públicos estaduais, como Light e CEG. No início de tarde desta segunda, agentes da Secretaria municipal de Conservação e Meio Ambiente e da RioTur também colaboram para atender às necessidades dos trabalhos pós-incêndio. GM e CET-Rio isolam ruas nas proximidades do museu. O COR recomenda que as pessoas evitem circular por ruas próximas à Quinta (Avenida Rotary Internacional, Rua General Herculano Gomes, Avenida Pedro II e Rua São Cristóvão), para facilitar acesso e trabalho das equipes.

O primeiro alerta sobre o incêndio foi dado por guardas municipais, que, logo após fecharem os portões da Quinta da Boa Vista, no início da noite, perceberam o problema no Museu Nacional e acionaram o Corpo de Bombeiros. As equipes da Guarda Municipal apoiaram no isolamento da área e também na fluidez do trânsito no entorno do parque. Participaram da operação 25 guardas municipais. A Prefeitura também entrou em contato com as esferas federal e estadual para verificar o que foi salvo do acervo e como recuperar a estrutura.

A Subsecretaria de Proteção e Defesa Civil, vinculada à Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop), mantém, desde a noite de domingo, uma base avançada de comando na Quinta da Boa Vista. Ao todo, cinco técnicos (um deles, engenheiro) participaram, ao longo da noite e durante a madrugada, das ações de combate ao fogo e de rescaldo, junto ao Corpo de Bombeiros e demais órgãos. Uma vistoria técnica do prédio foi realizada pela manhã para elaboração de laudo técnico.

Trânsito

A CET-Rio, com apoio de guardas municipais, faz ações para controlar o trânsito nos arredores do Museu Nacional. Há desvios em ruas próximas, em função de grande movimentação de pessoas que estão no local. São 25 agentes municipais na operação

Treinamento básico

Prefeitura do Rio tentou atuar também na prevenção. A Defesa Civil vinha ministrando treinamento básico com o objetivo de capacitar 200 funcionários do Museu Nacional nos princípios de combate a incêndios. A parceria, inédita, foi iniciada em março deste ano e oferecia noções preventivas básicas de segurança de instalações. O último curso tinha sido ministrado em agosto.

Nesse tipo de treinamento (que segue o padrão dos cursos ministrados pela Defesa Civil para instituições públicas), constam aulas teóricas sobre prevenção de riscos e acidentes, além de aplicação prática de conhecimentos, em que os participantes aprendem regras de manuseio de extintores e botijões de gás. No último dia 16, o órgão capacitou 20 funcionários, integrantes da quinta turma do curso. O incêndio ocorreu durante período em que a instituição encontrava-se fechada, sem expediente e, portanto, sem que esses funcionários estivessem trabalhando.

Texto e foto: Ascom – Prefeitura do Rio de Janeiro

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

REPORTAR ERRO

Informar erro

COMPARTILHE

FALE CONOSCO

O PRB está de portas abertas para ouvir você

Sugestões, críticas, dúvidas e elogios

faleconosco@prb10.org.br

FALE COM O PARLAMENTAR

Nesta semana, envie sua mensagem para o senador Eduardo Lopes (PRB-RJ):

E-mail (clique aqui)
ou
(61) 3303-5730

QUEM É QUEM

Conheça as lideranças do Partido Republicano Brasileiro

CONFIRA

EU REPÓRTER

Deseja indicar uma matéria para sair aqui no Portal PRB?

pautas@prb10.org.br

RECEBA NO SEU E-MAIL

Enviamos para seu email os destaque da semana.
Faça parte do Boletim 10!

Respeitamos seu email. Não gostamos de SPAM.

Você foi inscrito com sucesso!

Pin It on Pinterest

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Receba as novidades do PRB no seu e-mail

Boletim 10: enviado às segundas-feiras. Não enviamos spam.