PRB Mulher RJ promove encontro de coordenadoras para falar sobre violência à mulher

PRB Mulher RJ promove encontro de coordenadoras para falar sobre violência à mulher

Participaram do encontro as coordenadoras de Belford Roxo, Niterói, Rio de Janeiro, Queimados, Nova Iguaçu e São Gonçalo, além da coordenadora estadual Tânia Bastos

São Gonçalo (RJ) – Nó ultimo sábado (1º/12), as republicanas do Estado do Rio de Janeiro se reuniram em São Gonçalo num encontro de coordenadorias municipais do PRB Mulher, para comemorar o Dia Internacional da Não Violência Contra a Mulher e a campanha nacional do movimento: “Ei! Abaixa a sua mão. À não violência contra a mulher”, tendo como tema “Precisamos dar um basta!”.

“O PRB Mulher RJ entende a importância desta data porque essa causa é humanitária. Ela é minha e sua, dos ricos e pobres, dos brancos e pretos. A luta pelo respeito e direitos é infinita”, ressaltou a coordenadora estadual do movimento, vereadora Tânia Bastos.

No evento foi realizada uma palestra ministrada pela assistente social e especialista em família, Leila Regina. Ela chamou a atenção para os recentes casos de violência de grande repercussão. Ela acredita que nas vítimas o silêncio é o maior aliado do seu agressor, já que própria também foi uma vítima de violência. Em seguida, recitou a poesia: “Não ao feminicídio e todos os tipos de violência contra a mulher”, de Guibson Medeiros.

Para a coordenadora anfitriã, Beatriz Santos, a violência contra as mulheres precisa de um basta. “O debate foi sobre a violência contra as mulheres, que cada vez fica pior. Precisamos de medidas que ajudem a diminuir toda essa violência. As ações de conscientização são de grande importância, além das campanhas nacionais, como essa do PRB Mulher”, afirmou.

“Foi um evento muito produtivo onde a palestrante Leila Regina relatou sobre as agressões que sofreu com o falecido esposo. Ela nos conscientizou e falou da importância de acolhermos as mulheres que sofrem as agressões e não têm coragem de denunciar. Temos que colocar na cabeça delas, que juntas somos mais fortes e podemos mais”, disse a coordenadora de Nova Iguaçu, Glaucia Miranda.

Participaram do evento a coordenadora estadual do PRB Mulher do Rio de Janeiro, vereadora Tânia Bastos; Leda Domingues (Belford Roxo), Mariza Vargas (Niterói), Patty Armstrong (Rio de Janeiro), Penha Ramires (Queimados), Glaucia Miranda (Nova Iguaçu) e Beatriz Santos (São Gonçalo).

Casos de feminicídio no Rio de Janeiro

Das 68 mulheres vítimas de feminicídio em 2017 no Rio de Janeiro, 57,4% tiveram como acusados os companheiros ou ex-companheiros e dentro desse número, 52,9% das vítimas que foram vítimas, o crime aconteceu no interior de suas residências. Em média no ano de 2017, foram registrados cinco feminicídios e 15 tentativas de feminicídio por mês em todo estado.

Texto e foto: Ascom – PRB Mulher Nacional
Edição: Agência PRB Nacional

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

REPORTAR ERRO

Informar erro

COMPARTILHE

FALE CONOSCO

O PRB está de portas abertas para ouvir você

Sugestões, críticas, dúvidas e elogios

faleconosco@prb10.org.br

FALE COM O PARLAMENTAR

Nesta semana, envie sua mensagem para a deputada federal Rosangela Gomes (PRB-RJ):

E-mail (clique aqui)
ou
(61) 3215-5438

QUEM É QUEM

Conheça as lideranças do Partido Republicano Brasileiro

CONFIRA

EU REPÓRTER

Deseja indicar uma matéria para sair aqui no Portal PRB?

pautas@prb10.org.br

RECEBA NO SEU E-MAIL

Enviamos para seu email os destaque da semana.
Faça parte do Boletim 10!

Respeitamos seu email. Não gostamos de SPAM.

Você foi inscrito com sucesso!

Pin It on Pinterest

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Receba as novidades do PRB no seu e-mail

Boletim 10: enviado às segundas-feiras. Não enviamos spam.