Cientista político Leonardo Barreto fala sobre expectativas da Faculdade Republicana

Cientista político Leonardo Barreto fala sobre expectativas da Faculdade Republicana

“Queremos formar profissionais comprometidos com a coisa pública”, diz diretor da Faculdade Republicana

O nome do doutor Leonardo Barreto foi chancelado recentemente para o cargo de diretor da Faculdade Republicana. A escolha foi feita pelo presidente da Fundação Republicana Brasileira (FRB), Renato Junqueira, e conselhos Curador e Educacional da instituição, dado seu amplo conhecimento na área acadêmica em Ciência Política e não possuir víeis ideológico partidário.

Inédito no país, a Republicana será a primeira Instituição de Ensino Superior no Brasil (IES) mantida por uma fundação partidária. Seu diferencial em relação às demais instituições é que vai agregar o conhecimento teórico com a prática, ao dispor de um corpo docente com ampla experiência, além de defender a imparcialidade na pluralidade de ideias no ambiente de ensino.

Em entrevista à Agência PRB Nacional, o doutor em Ciência Política falou sobre os preparativos para a inauguração da faculdade, prevista para esse mês, os cursos que serão ofertados pela instituição, metodologias de ensino e o desafio de poder gerir um projeto robusto que visa qualificar profissionais comprometidos com a coisa pública.

ENTREVISTA
Agência PRB Nacional – Seu nome foi escolhido recentemente pela presidência da FRB e conselhos Curador e Educacional da instituição para gerir a Faculdade Republicana. Como vê esse novo desafio?
Leonardo Barreto – É uma grande responsabilidade. A Faculdade Republicana nasce em uma circunstância muito especial, pois é a primeira Instituição de Ensino Superior (IES) mantida por uma fundação de partido político. Isso gera grande desconfiança, porque o Brasil passa por uma crise política que tem efeitos na confiança que as pessoas estão depositando nas organizações desse segmento. Então, isso significa que a nossa margem de expectativas está lá em cima e a nossa margem de erro é muito pequena, porque a Republicana é diferente das demais faculdades, pois ela nasce tendo que provar o seu valor. A Republicana, mais que qualquer outra, tem que ter um compromisso ético com o conhecimento, com os seus alunos e com a sociedade. Então, encaro com muita seriedade, mas também com muita felicidade de poder ter sido escolhido para conduzir esse desafio.

Agência PRB Nacional – Como pretende contribuir com sua experiência no ramo da Ciência Política?
Leonardo Barreto – O profissional de Ciência Política tem que ter uma base teórica forte, mas ao mesmo tempo a preocupação de aplicar essa base para resolver os problemas concretos que as pessoas têm. Então, a gente deve mixar essas duas coisas. Acredito que isso é o que trago de mais forte para agregar nesse momento da Faculdade Republicana.

Agência PRB Nacional – Como será possível garantir a imparcialidade na pluralidade de ideias no ambiente de ensino?
Leonardo Barreto – A imparcialidade, na verdade, ela é um preceito. É uma habilidade que qualquer um que entra em uma instituição de ensino superior deve deter. Já exercemos isso durante os cursos da FRB. Quando montamos o curso de política, por exemplo, uma das preocupações foi montar um curso para todos, porque a FRB é mantida com o recurso de todos, e não apenas de militantes do PRB. Então, ela preparou um curso para todos e a gente tem trabalhado assim e por esse motivo conseguimos ministrar aulas de formação política para mais de 20 mil pessoas em todo o Brasil. Nunca fomos acusados de partidarismo, porque de fato a gente teve sempre essa sensibilidade de mostrar o processo político e de empoderar as pessoas, independente de filiação partidária. Isso será transplantado para a Faculdade Republicana. O que complementa a neutralidade científica é a pluralidade de divisões. Nosso processo seletivo não será direcionado a militantes do PRB, aliás, isso sequer foi cogitado. Ao contrário, se pudermos fazer parcerias com outras fundações, com outros partidos, casos eles queiram enviar pessoas para serem treinadas por nós será um grande prazer, pois estamos abertos a todos. Eu acho que junto com a neutralidade científica e gente combina a pluralidade de divisões e ideias. Isso vai garantir que a faculdade seja um organismo vivo, produtivo e inovador. Esses são os são objetivos da administração desse novo projeto.

Agência PRB Nacional – Após o anúncio da Faculdade Republicana, muitos acreditam na ideia de que a FRB será extinta. Isso é verdade?
Leonardo Barreto – Não. Pelo contrário, a FRB está é fortalecida e ganhou mais um instrumento de capacitação e qualificação para trabalhar o conhecimento junto à sociedade. A Fundação Republicana Brasileira é a mantenedora da Faculdade Republicana.

Agência PRB Nacional – Quando será a inauguração e quais cursos serão ofertados?
Leonardo Barreto – Vamos ter o curso de graduação em Ciência Política, o nosso carro-chefe, além dos cursos de pós-graduação em Direito Eleitoral, Análise Política e Secretariado Executivo, que já estão definidos. Vamos ter também cursos na área de Gestão Pública. Nosso foco dentro da faculdade é ser referência naquilo que se chama de ciências do estado, mas talvez poderíamos chamar de ciências da sociedade, que é a forma como a sociedade e governo se relacionam. Essa é a vocação. Por estar em Brasília e por ser uma IES mantida por uma fundação partidária, vamos nos concentrar em melhorar o nível de reposta, de transparência, qualidade nas políticas públicas e a forma como as pessoas escolhem seus governantes. A faculdade já começou o processo de mudança para o seu novo prédio. O vestibular deverá estar na rua a partir de maio, e a partir daí a gente já começa o processo de interação com a comunidade e esperamos que a primeira aula seja ministrada em julho de 2019.

Agência PRB Nacional – Como será a escolha do corpo docente?
Leonardo Barreto – A formação acadêmica e experiência profissional estão sendo priorizadas. Aliás, nosso corpo docente já está pré-escolhido, desde o processo de credenciamento da instituição junto a MEC. São professores com doutorado, experiência no governo e entidades da sociedade civil ou em consultoria, ou seja, todos estão vindo com uma bagagem prática, além de produção acadêmica e experiência com docência. Então, primamos por um corpo docente forte porque acreditamos que o diferencial de qualquer instituição de ensino também passa pelo corpo docente.

Agência PRB Nacional – No Distrito Federal, apenas três universidades ofertam a graduação em Ciência Política na modalidade presencial. Qual será o diferencial da Republicana?
Leonardo Barreto – A relação prática. O PRB e a FRB têm uma trajetória de militância política, de trabalho em comunidades, de organizações de bancadas partidárias, de discussão dentro do parlamento. Acredito que a gente traz uma bagagem de experiência, de práticas políticas que as outras instituições não têm por serem puramente acadêmicas. Eu diria a termo e convite para os alunos: venham aprender com quem estuda, mas especialmente com quem faz. A gente carrega uma experiência de militância política que vamos colocar à disposição dos alunos para que consigam aprimorar suas habilidades.

Agência PRB Nacional – O foco da Republicana será formar que tipo de profissionais para o mercado?
Leonardo Barreto – Queremos formar profissionais comprometidos com a coisa pública. Esse é o nosso espírito. Quando a gente cria uma instituição de ensino, qualquer uma, desde a menor à mais poderosa, o principal aspecto dela é o seu propósito. Algumas nascem para a inovação e tecnologia. Outras nascem para a saúde das pessoas. A Faculdade Republicana nasce para melhorar as relações políticas entre as pessoas e as suas organizações em todos os aspectos. Queremos fazer com que as pessoas fiscalizem e se relacionem melhor com a coisa pública. Nosso proposito será transformar para o bem a relação das pessoas com a coisa pública.

Agência PRB Nacional – Há possibilidade de se levar o projeto da Faculdade Republicana para outros estados?
Leonardo Barreto – O segundo passo da Faculdade Republicana será criar um sistema de Ensino à Distância (EaD). Vamos entrar com o pedido de processo de credenciamento junto ao Ministério da Educação porque o interesse pelos cursos ofertados pela Republicana é uma demanda nacional. Além disso, o EaD é a maneira mais forte, barata e eficiente de se chegar às pessoas em todo o Brasil, e assim vamos conseguir abarcar todos.

Por Agência PRB Nacional
Foto: Carlos Gonzaga

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

LEIA TODAS AS ENTREVISTAS DA SEMANA
REPORTAR ERRO

Informar erro

COMPARTILHE

FALE CONOSCO

O PRB está de portas abertas para ouvir você

Sugestões, críticas, dúvidas e elogios

faleconosco@prb10.org.br

FALE COM O PARLAMENTAR

Nesta semana, envie sua mensagem para a deputada federal Rosangela Gomes (PRB-RJ):

E-mail (clique aqui)
ou
(61) 3215-5438

QUEM É QUEM

Conheça as lideranças do Partido Republicano Brasileiro

CONFIRA

EU REPÓRTER

Deseja indicar uma matéria para sair aqui no Portal PRB?

pautas@prb10.org.br

RECEBA NO SEU E-MAIL

Enviamos para seu email os destaque da semana.
Faça parte do Boletim 10!

Respeitamos seu email. Não gostamos de SPAM.

Você foi inscrito com sucesso!

Pin It on Pinterest

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Receba as novidades do PRB no seu e-mail

Boletim 10: enviado às segundas-feiras. Não enviamos spam.