Tragédia de Mar Grande: Onde estão os culpados?

O que parecia mais um trajeto realizado por baianos e turistas, naquele 24 de agosto de 2017, se tornaria a maior tragédia marítima da Bahia nos últimos dez anos. Um ano se completou do naufrágio da Lancha Cavalo Marinho, em Mar Grande, que deixou 19 mortos e mais de 80 pessoas feridas, e continuamos atentos a todas as nuances das investigações para que os verdadeiros culpados sejam penalizados, e sobretudo, para que as vítimas tenham as reparações necessárias.

Como presidente da Comissão Especial Temporária dos Direitos dos Consumidores na Câmara Municipal de Salvador, acompanho de perto todo o desfecho daquele episódio trágico, que impactou não apenas as famílias envolvidas, mas todo o povo baiano. De imediato mediamos as apurações, e já ingressávamos ali, com diversos procedimentos que balizaram inclusive o Ministério Público em suas ações. Em decorrência, a Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (Agerba) também incluída na ação de indenização das vítimas.

Como indicação à Presidência da República, sugeri um estudo de viabilidade para manutenção do canal de navegação da Baía de Todos os Santos, em especial de Mar Grande, e ainda pedimos que o Ministério dos Transportes, juntamente com o Ministério da Marinha, Antaq e órgãos correlatos em questões marítimas que realize a apuração, o acompanhamento e a fiscalização, bem como, tomem todas as medidas cabíveis em face do acidente de consumo.

Chamamos para a responsabilidade, ainda, o Governo do Estado da Bahia, por meio de uma indicação, para que se proceda estudo de viabilidade para a realização de novo procedimento licitatório para outorga de concessão de transporte marítimo na Baía de Todos os Santos, com regras específicas com relação à segurança dos cidadãos. E pensando em quem já trabalha na travessia, solicitamos também ao governo a modernização das lanchas que fazem a travessia Salvador-Itaparica, através de abertura de linha de crédito para os atuais permissionários das embarcações, e a reforma do atracadouro de Mar Grande. Também requeremos, junto a todos os órgãos envolvidos, o envio de relatório de acompanhamento dos atos de apuração relativos à tragédia.

São incontáveis vítimas, diretas e indiretas, e para tanto, temos a certeza da complexidade da ação do Ministério Público. Esperamos que, principalmente a Agerba, assuma seu papel fiscalizador, e que cotidianamente realize ações para que tragédias dessa natureza nunca mais manchem as águas da Baía de Todos os Santos.

*Rogéria Santos é vereadora em Salvador pelo PRB Bahia

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

VER TODOS OS ARTIGOS
REPORTAR ERRO

Informar erro

COMPARTILHE

FALE CONOSCO

O PRB está de portas abertas para ouvir você

Sugestões, críticas, dúvidas e elogios

faleconosco@prb10.org.br

FALE COM O PARLAMENTAR

Nesta semana, envie sua mensagem para o senador Eduardo Lopes (PRB-RJ):

E-mail (clique aqui)
ou
(61) 3303-5730

QUEM É QUEM

Conheça as lideranças do Partido Republicano Brasileiro

CONFIRA

EU REPÓRTER

Deseja indicar uma matéria para sair aqui no Portal PRB?

pautas@prb10.org.br

RECEBA NO SEU E-MAIL

Enviamos para seu email os destaque da semana.
Faça parte do Boletim 10!

Respeitamos seu email. Não gostamos de SPAM.

Você foi inscrito com sucesso!

Pin It on Pinterest

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Receba as novidades do PRB no seu e-mail

Boletim 10: enviado às segundas-feiras. Não enviamos spam.