Dr. Lima criou projeto ‘Setembro Verde’ para aumentar doação de órgãos em São Paulo

 

doutor-lima-prb-ministra-palestra-em-osasco-foto-prbsp-29-08-14-01

Republicano fez destaque em agosto de 2014.

 

RETROSPECTIVA

São Paulo (SP) – Com o propósito de ampliar o número de doadores de órgãos em todo o país, em agosto de 2014, o então candidato a deputado federal e Cirurgião Cardiovascular Especialista em Transplante de Coração Dr. Lima (PRB), chamou a atenção da sociedade para um tema delicado e de suma importância para todos: a doação de órgãos.

Criador do projeto Setembro Verde, Lima queria fortalecer a infraestrutura dos hospitais e criar equipes especializadas para atuar com os potenciais doadores, desde médico especialista em transplante; assistente social; até o motorista que irá direcionar o órgão ao seu destino; criar parceria com empresas; dar assistência aos pacientes e as suas famílias que estão nas filas de transplantes.

Outro ponto forte do projeto era a preocupação em dar aos transplantados os mesmos direitos que os deficientes físicos possuem, entre eles: moradia, aposentadoria e facilidade para adquirir um automóvel.

Questionado sobre o projeto, o republicano afirmou “Ser médico é um dom. Desde o inicio dos meus estudos tenho me empenhado em buscar um diferencial na carreira. Não quero ser mais um número e sim fazer a diferença. Setembro Verde é um dos meus projetos, mas não é o único. Candidatei-me a deputado federal para lutar pela classe e mais ainda, lutar pela saúde da população. Saúde é requisito básico de sobrevivência e nosso país precisa de uma atenção especial”.

Programa de transplantes no Brasil

Com 23.500 transplantes por ano, o Brasil tem o 2° maior programa de transplantes no mundo, perdendo apenas para os Estados Unidos. Vale ressaltar que 95% desses transplantes acontecem em hospitais da rede pública no Sistema Único de Saúde (SUS).

Porém, Lima ressaltou que um dos problemas enfrentados pelo programa era que a demanda de órgãos para transplantes é muito maior que o número de transplantados. Esse número não chega nem a metade dos potenciais doadores de órgãos no país, pois ao menos 90% são pacientes de hospitais localizados nas periferias e a maioria não tem os aparatos necessários para dar continuidade ao processo.

“A maioria dos hospitais não tem estrutura para manter o corpo em bom estado até a retirada dos órgãos. Entre salvar uma vida e cuidar de um paciente com morte encefálica, dão preferencia ao paciente com vida. E isso é algo que precisa ser estudado”, concluiu à época.

Texto: Aline Farias / Ascom – PRB São Paulo
Foto: Ascom – PRB São Paulo

 

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no novo portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o email: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

REPORTAR ERRO

Informar erro

COMPARTILHE

FALE CONOSCO

O PRB está de portas abertas para ouvir você

Sugestões, críticas, dúvidas e elogios

faleconosco@prb10.org.br

FALE COM O PARLAMENTAR

Nesta semana, envie sua mensagem para a deputada federal, Rosangela Gomes (PRB-RJ)

E-mail (clique aqui)
ou
(61) 3215-5438

QUEM É QUEM

Conheça as lideranças do Partido Republicano Brasileiro

CONFIRA

EU REPÓRTER

Deseja indicar uma matéria para sair aqui no Portal PRB?

pautas@prb10.org.br

RECEBA NO SEU E-MAIL

Enviamos para seu email os destaque da semana.
Faça parte do Boletim 10!

Respeitamos seu email. Não gostamos de SPAM.

Você foi inscrito com sucesso!

Pin It on Pinterest

Quer fazer um
Curso de Política GRATUITO?

Preencha para receber seu acesso ao curso!