Setre realiza 8ª edição da Feira da Economia Solidária em Teresina (PI)

Setre realiza 8ª edição da Feira da Economia Solidária em Teresina (PI)

Os produtos ofertados na feira são orgânicos, recicláveis, artesanato em tecido, em madeira e em cerâmica

 

Teresina (PI) – A Secretaria de Estado do Trabalho e Empreendedorismo (Setre) iniciou a 8ª edição da Feira da Economia Solidária deste ano nesta quarta-feira (03). O evento acontece mensalmente no pátio da Setre no Centro Administrativo e desta vez irá contar com 20 empreendimentos em exposição.

A feira tem como objetivo valorizar a economia solidária e demonstrar produtos feitos a partir da reciclagem e do artesanato local e busca ainda incentivar pequenos produtores e trabalhar uma economia melhor para o Piauí através dos produtos feitos no próprio estado.

“A valorização desses pequenos produtores é de extrema importância para o Piauí, por isso o governo do estado através da Setre realiza as feiras da economia solidária mensalmente e acredita na força desses pequenos negócios dentro da nossa economia local e na melhoria de qualidade de vida e empregabilidade das pessoas que comercializam esses produtos”, destacou Gessivaldo Isaías (PRB), secretário de Estado do Trabalho e Empreendedorismo.

Os produtos ofertados na feira são orgânicos, recicláveis, artesanato em tecido, em madeira e em cerâmica. São expostos para vendas bonecas de panos, crochê, bordado, chinelos, porta-joias, roupinhas para bebês, travesseiros, kits banho, toalhas de mesa, tapetes, redes, bolsas, doce de caju e ameixa brownie, doce de batata e banana e produtos feitos com fibra e talo de buriti.

Para Raimunda Vilanova, membro da Associação dos Microprodutores do Parque Piauí (Asmippi), a feira é bastante produtiva. É a terceira vez que o grupo participa do evento e em todas as edições, cerca de 80% dos produtos foram vendidos. “Sempre que eu puder estarei participando, pois muitas pessoas passam por aqui diariamente. Além de vender na hora, muita gente pega o nosso contato para encomendar as peças”, comemora a empreendedora.

A diferença da economia solidária para a comum é que na solidária os trabalhadores gerem seu próprio negócio e decidem a forma adequada de atuar, dividir o trabalho e repartir os resultados, já na economia tradicional existe separação entre os donos do negócio e os empregados.

O intuito é ainda, que os produtores mostrem seus produtos e que as pessoas possam conhecer os trabalhos que ainda não conhecem, proporcionando uma opção diferenciada e econômica de compras para a população. Até o mês de julho a feirinha já movimentou mais de 400 mil reais e a expectativa é que esse número cresça nos próximos meses.

Texto e foto: Ascom – Setre/PI

 

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

REPORTAR ERRO

Informar erro

COMPARTILHE

FALE CONOSCO

O PRB está de portas abertas para ouvir você

Sugestões, críticas, dúvidas e elogios

faleconosco@prb10.org.br

FALE COM O PARLAMENTAR

Nesta semana, envie sua mensagem para a deputada federal Tia Eron

dep.tiaeron@camara.leg.br
(61) 3215-5618

QUEM É QUEM

Conheça as lideranças do Partido Republicano Brasileiro

CONFIRA

EU REPÓRTER

Deseja indicar uma matéria para sair aqui no Portal PRB?

pautas@prb10.org.br

RECEBA NO SEU E-MAIL

Enviamos para seu email os destaque da semana.
Faça parte do Boletim 10!

Respeitamos seu email. Não gostamos de SPAM.

Você foi inscrito com sucesso!

Pin It on Pinterest