“Uso do dinheiro público nas Santas Casas precisa ser fiscalizado com mais rigor”, alerta Sérgio Reis

“Uso do dinheiro público nas Santas Casas precisa ser fiscalizado com mais rigor”, alerta Sérgio Reis

As entidades acumulam hoje uma dívida de R$ 17 bilhões e apontam como principal causa do problema a defasagem na tabela de valores do SUS.

 

Brasília (DF) – A crise das Santas Casas, Hospitais Filantrópicos e Entidades sem fins lucrativos foi tema de debate na Comissão de Comissão de Seguridade Social e Família. As entidades acumulam hoje uma dívida de R$ 17 bilhões e apontam como principal causa do problema a defasagem na tabela de valores do SUS (Sistema Único de Saúde). Na avaliação do deputado Sérgio Reis (PRB-SP), esse endividamento poderia ser evitado se houvesse uma melhor gestão dos recursos públicos.

“É preciso acabar com o desperdício do dinheiro público com os superfaturamentos e principalmente com as máfias que agem nos hospitais. As Santas Casas devem existir para atender aos pobres e necessitados. Defendo mais rigor na fiscalização sobre o uso do dinheiro público para evitar crises como a que atinge atualmente essas entidades em todo o país”, lamentou.

Apesar da crítica, o parlamentar reconhece que é preciso corrigir o que está errado em relação à tabela do SUS. “O que não pode acontecer é o cidadão morrer à míngua sem atendimento na porta de um hospital, seja ele público ou privado. Precisamos inverter essa lógica mercantilista da saúde para a lógica social, da valorização e do respeito à vida”, defende Sérgio Reis.

Saiba mais

Na reunião da comissão de Seguridade, os deputados discutiram o Programa de Fortalecimento das Entidades Privadas Filantrópicas e das Entidades sem Fins Lucrativos que Atuam na Área da Saúde (Prosus), que foi criado em 2013 e permite a moratória e a remissão das dívidas tributárias. Segundo o Ministério da Saúde, até agora apenas 265 das 600 instituições esperadas pediram adesão ao programa. A novidade é que a Caixa Econômica Federal e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) lançaram uma linha de crédito de reestruturação dos hospitais filantrópicos, que estará disponível a partir de 6 de abril.

Texto: Claudivan Santiago / Ascom – deputado federal Sérgio Reis
Edição: Ascom – Liderança do PRB
Foto: Douglas Gomes

 

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

REPORTAR ERRO

Informar erro

COMPARTILHE

FALE CONOSCO

O PRB está de portas abertas para ouvir você

Sugestões, críticas, dúvidas e elogios

faleconosco@prb10.org.br

FALE COM O PARLAMENTAR

Nesta semana, envie sua mensagem para a deputada federal Tia Eron

dep.tiaeron@camara.leg.br
(61) 3215-5618

QUEM É QUEM

Conheça as lideranças do Partido Republicano Brasileiro

CONFIRA

EU REPÓRTER

Deseja indicar uma matéria para sair aqui no Portal PRB?

pautas@prb10.org.br

RECEBA NO SEU EMAIL

Enviamos para seu email os destaque da semana.
Faça parte do Boletim 10!

Respeitamos seu email. Não gostamos de SPAM.

Você foi inscrito com sucesso!

Pin It on Pinterest