Tia Eron quer atenção especial às marisqueiras

Tia Eron quer atenção especial às marisqueiras

Proposta apresentada por Tia Eron beneficia mulheres que realizam artesanalmente atividade contínua em manguezais.

 

Brasília (DF) – A deputada federal Tia Eron (PRB-BA) apresentou o Projeto de Lei (1710/2015) que define como responsabilidade do Poder Público o apoio a realização das atividades desenvolvidas pelas marisqueiras – nome dado às mulheres que realizam artesanalmente atividade contínua em manguezais, de forma autônoma ou em regime de economia familiar para o sustento próprio ou comercialização de parte da produção.

“Essas mulheres chegam a sustentar famílias ao desempenharem uma atividade de suma importância para o país, o problema é que não são valorizadas como merecem”, relatou a republicana.

O objetivo de Tia Eron é que seja estimulada a criação de cooperativas ou associações visando incentivar o desenvolvimento da atividade. Além disso, em casos de desastre ambiental, provocado ou não pela ação do homem nas áreas de manguezal, essas mulheres tenham prioridade no recebimento de indenização.

O projeto também garante as trabalhadoras linhas de crédito especiais para aplicação na atividade, prioridade na construção de creches para atendimento aos seus filhos, aquisição de equipamentos de proteção para a prática do trabalho,  ações de promoção a saúde com avaliação de riscos ocupacionais, além de capacitar a mão de obra por meio de cursos profissionalizantes.

As associações e cooperativas de marisqueiras serão incentivadas e estimuladas, pelo poder público, a usar de forma gratuita os Terminais Pesqueiros Públicos-TPP’s, os Centros Integrados de Pesca Artesanal-CIPAR’s, as Unidades de Beneficiamento de Pescado, as Fábricas de Gelo e Câmaras Frigoríficos dentre outros equipamentos.

Tia Eron relata que não existem políticas públicas de apoio ao segmento. “Temos cerca de 835 mil pescadores artesanais cadastrados e essa atividade é feita, geralmente, em regime de economia familiar”, acrescenta.

Um estudo da Universidade Federal da Bahia (UFBA) revela que as marisqueiras recebem cerca de R$ 80 por semana, sendo que a maioria delas não tem acesso a escola e vivem em situação de extrema vulnerabilidade social.

Texto: Ascom – deputada federal Tia Eron
Foto: Douglas Gomes

 

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

REPORTAR ERRO

Informar erro

COMPARTILHE

FALE CONOSCO

O PRB está de portas abertas para ouvir você

Sugestões, críticas, dúvidas e elogios

faleconosco@prb10.org.br

FALE COM O PARLAMENTAR

Nesta semana, envie sua mensagem para a deputada federal Tia Eron

dep.tiaeron@camara.leg.br
(61) 3215-5618

QUEM É QUEM

Conheça as lideranças do Partido Republicano Brasileiro

CONFIRA

EU REPÓRTER

Deseja indicar uma matéria para sair aqui no Portal PRB?

pautas@prb10.org.br

RECEBA NO SEU EMAIL

Enviamos para seu email os destaque da semana.
Faça parte do Boletim 10!

Respeitamos seu email. Não gostamos de SPAM.

Você foi inscrito com sucesso!

Pin It on Pinterest