Roberto Sales quer punição para quem jogar bituca de cigarro na rua

Roberto Sales quer punição para quem jogar bituca de cigarro na rua

Projeto de Lei nº 3.259/12 estabelece multa para quem jogar filtros de cigarro, as chamadas bitucas, ou qualquer outro produto fumígeno, como cigarrilhas e charutos, em vias públicas.

 

Brasília (DF) – A Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Câmara aprovou, na última quarta-feira (12), relatório do deputado federal Roberto Sales (PRB-RJ) ao Projeto de Lei nº 3.259/12 que estabelece multa para quem jogar filtros de cigarro, as chamadas bitucas, ou qualquer outro produto fumígeno, como cigarrilhas e charutos, em vias públicas. A proposta segue agora para análise da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara.

Pelo texto, fica “proibido jogar filtro de cigarro no chão das vias, praças, parques e de quaisquer outras áreas e logradouros de acesso público”. A multa ficará a cargo dos agentes de trânsito federais, estaduais ou municipais. Em caso de reincidência, o valor da multa será dobrado.

Sales explica que restaurantes, bares e estabelecimentos que vendem o produto deverão disponibilizar recipientes adequados ao descarte. Os matérias aproveitáveis serão reciclados e os demais deverão seguir para os aterros sanitários. Já as empresas fabricantes de cigarros serão obrigadas a providenciar cartazes com as determinações da lei, que deverão ser fixados nos locais de venda e de consumo de produtos fumígenos. Quem não cumprir a norma, será penalizado com multa, que será dobrada em caso de reincidência.

De acordo com o parlamentar do PRB, é necessário coibir a prática indevida do descarte de cigarros, uma vez que esse material leva de cinco a dez anos para se decompor. “E necessário coibir o abuso desse descarte tanto pelos usuários, como o não recolhimento pelo fabricante, responsabilizando também quem produz”, afirma.

Sales sugere, ainda, que seja inclusa na Lei nº 12.305 (Política Nacional de Resíduos Sólidos), não apenas a coleta dos filtros de cigarro, mas sua definição final ambientalmente adequada. “A matéria deve ser tratada em âmbito da Política Nacional de Resíduos Sólidos, devendo os filtros estar sujeitos a logística reversa, já definida como pilhas, baterias pneus e etc, onde fabricantes, importadores e distribuidores e comerciantes, além de recolhimento do material, compartilhem a responsabilidade sobre a destinação final desses produtos”, apontou.

Texto: Socorro Araújo / Ascom – deputado federal Roberto Sales
Edição: Laize Andrade / Ascom – Liderança do PRB
Foto: Roberto Ribeiro

 

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

REPORTAR ERRO

Informar erro

COMPARTILHE

FALE CONOSCO

O PRB está de portas abertas para ouvir você

Sugestões, críticas, dúvidas e elogios

faleconosco@prb10.org.br

FALE COM O PARLAMENTAR

Nesta semana, envie sua mensagem para a deputada federal Tia Eron

dep.tiaeron@camara.leg.br
(61) 3215-5618

QUEM É QUEM

Conheça as lideranças do Partido Republicano Brasileiro

CONFIRA

EU REPÓRTER

Deseja indicar uma matéria para sair aqui no Portal PRB?

pautas@prb10.org.br

RECEBA NO SEU E-MAIL

Enviamos para seu email os destaque da semana.
Faça parte do Boletim 10!

Respeitamos seu email. Não gostamos de SPAM.

Você foi inscrito com sucesso!

Pin It on Pinterest