Projeto proíbe divulgação de pesquisa eleitoral 20 dias antes do pleito

Projeto proíbe divulgação de pesquisa eleitoral 20 dias antes do pleito

César Halum apresenta proposta e faz duras críticas a institutos de pesquisas.

 

Brasília (DF) – O deputado federal César Halum (PRB-TO), fez duro pronunciamento na tarde desta quarta-feira (15). O parlamentar reeleito com 6,1% dos votos criticou a publicação de pesquisas eleitorais, que segundo ele estavam “contaminadas” e influenciaram de forma negativa os eleitores de Tocantins. O deputado apresentará nos próximos dias um Projeto de Lei Complementar, que permitirá a divulgação de pesquisas somente até 20 dias antes do pleito.

Segundo César Halum, o processo eleitoral deste ano foi o mais penoso para os políticos. De acordo com o parlamentar, o Tribunal Superior Eleitoral buscou multar qualquer indício de irregularidade por parte dos candidatos, mas não penalizou os institutos de pesquisas que, a seu ver, tentaram induzir os eleitores.

“O Tribunal Superior Eleitoral penaliza todos os políticos que erram no processo eleitoral. E essas empresas de pesquisas eleitorais, não tem nenhuma punição para elas? Elas induzem o eleitor ao voto, invertendo resultados, e fica por isso mesmo?”, questionou o parlamentar que propõe a proibição da divulgação de pesquisas eleitorais 20 dias antes das eleições, como forma de evitar que os eleitores sejam influenciados pelos números.

crivella-prb-promete-auditoria-em-contas-contratos-e-licitacoes-do-rio-de-janeiro-foto-ascomdecampanha-06-10-2014Recentemente, o candidato do PRB ao Governo do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, também criticou duramente pesquisas divulgadas pelo Ibope. Segundo a pesquisa, Crivella não teria chances de seguir para o segundo turno da disputa – ele sempre figurava na terceira colocação nos levantamentos apontados. “As pesquisas foram uma catástrofe no Brasil inteiro”, enfatiza o republicano durante coletiva após a confirmação de sua presença no segundo turno.

Já César Halum, ao citar o Tocantins como exemplo, pontuou a disparidade dos percentuais divulgados com os obtidos nas urnas. “Posso dizer com convicção, que na disputa pelo Senado, o Eduardo Gomes (SD) perdeu o mandato para o Ibope, e não para a Kátia Abreu (PMDB). Às vésperas da eleição, divulgaram a diferença de 24%, no final foi de 0,87%. Para o governo as pesquisas mostravam que perderíamos por 17% e nas urnas veio somente 6,58%. No mínimo tem algo errado, por isso, é preciso transformar essa prática em crime eleitoral”, assevera o deputado, citando que não é a primeira vez que o IBOPE comete esse tipo de erro no Tocantins.

“É preciso uma intervenção da Lei ou ficaremos a mercê destas pesquisas mentirosas. Dei o exemplo do Ibope, mas são várias as empresas que se prestam a esse tipo de serviço”, completa Halum.

Texto: Ascom – deputado federal César Halum, com informações da Agência Câmara Notícias
Edição: Jamile Reis / Agência PRB Nacional
Foto: Douglas Gomes

 

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no novo portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

REPORTAR ERRO

Informar erro

COMPARTILHE

FALE CONOSCO

O PRB está de portas abertas para ouvir você

Sugestões, críticas, dúvidas e elogios

faleconosco@prb10.org.br

FALE COM O PARLAMENTAR

Nesta semana, envie sua mensagem para o vereador Atílio Francisco (PRB-SP)

atiliofrancisco@camara.sp.gov.br
(11) 3396-4434

QUEM É QUEM

Conheça as lideranças do Partido Republicano Brasileiro

CONFIRA

EU REPÓRTER

Deseja indicar uma matéria para sair aqui no Portal PRB?

pautas@prb10.org.br

RECEBA NO SEU E-MAIL

Enviamos para seu email os destaque da semana.
Faça parte do Boletim 10!

Respeitamos seu email. Não gostamos de SPAM.

Você foi inscrito com sucesso!

Pin It on Pinterest