Projeto de Marcelo Squassoni reforça segurança na apuração das eleições

Projeto de Marcelo Squassoni reforça segurança na apuração das eleições

Deputado quer adotar a contagem manual paralela ao sistema eletrônico, já usado em países de primeiro mundo

 

Brasília (DF) – Atento ao clamor dos eleitores brasileiros por mais segurança no processo eleitoral, o deputado federal Marcelo Squassoni (PRB-SP) acaba de apresentar, na Câmara dos Deputados, o Projeto de Lei nº 1175/2015, que propõe um novo formato de votação, no qual a apuração dos sufrágios não dependa exclusivamente da tecnologia das urnas eletrônicas.

O texto prevê a alteração da Lei 9504/97, que “estabelece normas para as eleições” e determina a emissão do voto impresso pela urna eletrônica de votação. A ideia é simples: ao digitar os números de sua preferência na urna eletrônica, o eleitor recebe, imediatamente, um tíquete com a cópia impressa do voto, que em seguida deverá ser depositado numa urna convencional, com a devida supervisão de um fiscal eleitoral.

marcelo-squassoni-prb-pl-seguranca-na-apuracao-das-eleicoes-foto-agencia-camara-28-04-15Após o fim da votação, a Justiça Eleitoral realizará, em audiência pública, a conferência manual dos votos registrados, comparando-os com os boletins de urna dos equipamentos eletrônicos. Nos municípios com menos de 200 mil eleitores, seriam analisados o equivalente a 4% dos votos. Já nas cidades com mais de 200 mil eleitores, o equivalente a 2% dos votos, respeitando-se o mínimo de três urnas a serem analisadas. Em caso de fundada suspeita de fraude, o juiz eleitoral poderia requisitar a contagem manual de todos os votos de uma determinada urna, com o intuito de comparar com a apuração eletrônica.

Modelo semelhante de apuração paralela (manual e eletrônica) já é adotado em países como a Bélgica, Holanda, Alemanha, Rússia e em parte dos Estados Unidos. Enquanto isso, o sistema de votação exclusivamente eletrônico, semelhante ao Brasil, foi abolido na Índia, após a comprovação de que não era 100% seguro.

Para Squassoni, a medida irá garantir uma eleição verdadeiramente segura. “Sem a materialização do voto, a apuração das eleições fica refém do programa que computa as escolhas dos eleitores em ambiente digital. É impossível olharmos para um cenário político integralmente confiável a partir desse mecanismo” define o deputado.

O projeto tramita em regime de prioridade e encontra-se na Mesa Diretora da Câmara para ser distribuído às comissões de mérito.

Fonte: Ascom – deputado federal Marcelo Squassoni
Edição: Mônica Donato / Ascom – Liderança do PRB
Fotos: Agência Câmara

 

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

REPORTAR ERRO

Informar erro

COMPARTILHE

FALE CONOSCO

O PRB está de portas abertas para ouvir você

Sugestões, críticas, dúvidas e elogios

faleconosco@prb10.org.br

FALE COM O PARLAMENTAR

Nesta semana, envie sua mensagem para a deputada federal Tia Eron

dep.tiaeron@camara.leg.br
(61) 3215-5618

QUEM É QUEM

Conheça as lideranças do Partido Republicano Brasileiro

CONFIRA

EU REPÓRTER

Deseja indicar uma matéria para sair aqui no Portal PRB?

pautas@prb10.org.br

RECEBA NO SEU EMAIL

Enviamos para seu email os destaque da semana.
Faça parte do Boletim 10!

Respeitamos seu email. Não gostamos de SPAM.

Você foi inscrito com sucesso!

Pin It on Pinterest