“Precisamos e vamos combater a cultura do estupro no Brasil”, diz Alan Rick

“Precisamos e vamos combater a cultura do estupro no Brasil”, diz Alan Rick

Segundo ele, é preciso combater a cultura do estupro e da violência sexual contra as mulheres

 

Brasília (DF) –  Em virtude do estupro coletivo de uma menina de 16 anos no Estado do Rio de Janeiro, o deputado republicano Alan Rick (PRB-AC) apresentou requerimento para que a Comissão de Seguridade Social e Família crie um Grupo de Trabalho com vistas a acompanhar e propor medidas para combater os crimes de estupros coletivos que vem ocorrendo no país. Segundo ele, é preciso combater a cultura do estupro e da violência sexual contra as mulheres.

“Como a grande maioria dos brasileiros, fiquei indignado com mais um caso de estupro coletivo ocorrido em nosso país e agora amplamente divulgado pelos veículos de comunicação. Como cristão, esposo e, principalmente, como cidadão e parlamentar, não posso me calar diante de uma situação dessas. Tenho que agir. Este é um crime que merece o mais absoluto repúdio da sociedade e de suas instituições. O objetivo desse grupo que iremos criar é dialogar e auxiliar as autoridades para empenharem o máximo esforço para coibir com veemência práticas como essa, seja por campanhas educativas, seja pela punição rápida e exemplar dos envolvidos, bem como o total apoio do Estado à recuperação da vítima”, explica Rick.

O parlamentar lembra que o Brasil vem sendo assolado com notícias aterrorizantes sobre casos de estupros coletivos envolvendo adultos e adolescentes. “No Rio de Janeiro, na semana passada, o país ficou estarrecido com o caso da adolescente de 16 anos que foi atacada por 33 cruéis estupradores que, não satisfeitos, publicaram as imagens em redes sociais se vangloriando do feito. Fico indignado quando leio e vejo a maneira como algumas pessoas se levantam dizendo que a menina do caso do Rio de Janeiro foi a um baile funk, estava vestida de maneira sensual, foi dormir na casa do namorado, como se isso justificasse a barbaridade que sofreu”, disse.

Na avaliação do deputado, que é presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Vida e da Família, é preciso verificar se a legislação brasileira está adequada a reprimir com eficácia essa conduta criminosa. “A Comissão de Seguridade Social da Câmara, que tem entre sua esfera de competência a discussão de temas que envolvam a mulher, a família e o menor, não pode deixar de oferecer sua contribuição para que crimes como esses tenham a devida resposta. Precisamos buscar meios para que as redes sociais impeçam a divulgação de imagens dessa brutalidade, que aumentam e perpetram o sofrimento de todos, acrescentou.

Por fim, Rick enalteceu a decisão do governo federal de tomar medidas para o enfrentamento dessa cultura do estupro ao convocar, através do ministro da Justiça, reunião com os secretários de segurança pública de todo país.

Texto: Mônica Donato / Ascom – Liderança do PRB
Foto: Douglas Gomes

 

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

REPORTAR ERRO

Informar erro

COMPARTILHE

FALE CONOSCO

O PRB está de portas abertas para ouvir você

Sugestões, críticas, dúvidas e elogios

faleconosco@prb10.org.br

FALE COM O PARLAMENTAR

Nesta semana, envie sua mensagem para a deputada federal Tia Eron

dep.tiaeron@camara.leg.br
(61) 3215-5618

QUEM É QUEM

Conheça as lideranças do Partido Republicano Brasileiro

CONFIRA

EU REPÓRTER

Deseja indicar uma matéria para sair aqui no Portal PRB?

pautas@prb10.org.br

RECEBA NO SEU E-MAIL

Enviamos para seu email os destaque da semana.
Faça parte do Boletim 10!

Respeitamos seu email. Não gostamos de SPAM.

Você foi inscrito com sucesso!

Pin It on Pinterest