Fausto Pinato propõe redução de impostos para empresas que investirem em capacitação de funcionários

fausto-pinato-prb-reducao-de-impostos-para-empresas-capacitacao-de-funcionarios-foto-douglas-gomes-24-02-15

Segundo o deputado, a falta de investimentos em qualificação dos funcionários resulta em prejuízo para as empresas.

 

Brasília (DF) – O deputado republicano Fausto Pinato (PRB-SP) quer incentivar a capacitação de mão de obra nas comunidades. O parlamentar apresentou o Projeto de Lei 375/2015 que permite a dedução do Imposto de Renda da Pessoa Jurídica das despesas incididas com capacitação de mão de obra contratada na comunidade residente no local do empreendimento.

Segundo o deputado, a falta de investimentos em qualificação dos funcionários resulta em prejuízo para as empresas. “A qualidade dos recursos humanos é, indiscutivelmente, uma das principais causas de sucesso ou fracasso de uma empresa. Apesar disso, alguns empreendimentos contratam o funcionário pensando no baixo salário a ser pago. Essa política permite economia no curto prazo, mas implica, em médio prazo, o aumento de custos por causa de baixa produtividade, falta de qualidade e ausência ao trabalho”, explica.

Pinato destaca que o resultado de um funcionário capacitado compensa o valor investido em sua capacitação. “Até uma empresa pequena deve estabelecer um processo de recrutamento, seleção e capacitação dos funcionários com mais cuidado do que geralmente se faz. Encontrar mão de obra qualificada tem sido um problema para as empresas brasileiras nos últimos anos”, afirma o republicano.

De acordo com pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI), divulgada em outubro de 2013, o problema pode agravar-se em caso de crescimento da economia do país. “Desde o fim de 2010, a indústria não cresce e, ainda assim, os empresários têm dificuldade para encontrar trabalhadores qualificados. À medida que a indústria voltar a crescer, o problema vai se acirrar”, disse o gerente-executivo de Pesquisa e Competitividade da CNI, Renato da Fonseca, responsável pelo levantamento.

“A falta de capacitação de mão de obra contratada compromete o desenvolvimento das atividades empresariais e eleva os custos de fabricação dos produtos. Para diminuir o prejuízo dessa deficiência, proponho a dedução do IR dos valores gastos com a capacitação de funcionários, visando colaborar para a diminuição dos custos de produção e para a qualificação da mão de obra brasileira”, acrescentou o deputado.

 

Texto: Mônica Donato / Ascom – Liderança do PRB
Foto: Douglas Gomes  

 

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

 

REPORTAR ERRO

Informar erro

COMPARTILHE

FALE CONOSCO

O PRB está de portas abertas para ouvir você

Sugestões, críticas, dúvidas e elogios

faleconosco@prb10.org.br

FALE COM O PARLAMENTAR

Nesta semana, envie sua mensagem para a deputada federal Tia Eron

dep.tiaeron@camara.leg.br
(61) 3215-5618

QUEM É QUEM

Conheça as lideranças do Partido Republicano Brasileiro

CONFIRA

EU REPÓRTER

Deseja indicar uma matéria para sair aqui no Portal PRB?

pautas@prb10.org.br

RECEBA NO SEU EMAIL

Enviamos para seu email os destaque da semana.
Faça parte do Boletim 10!

Respeitamos seu email. Não gostamos de SPAM.

Você foi inscrito com sucesso!

Pin It on Pinterest