Ossesio Silva destaca relatório da ONU sobre racismo e a crise econômica mundial

ossesio-silva-prb-crise-economica-foto-ascom-30-09-2015

Ossesio Silva destaca que a crise econômica mundial tem um peso maior sobre os negros pobres.

 

Recife (PE) – A crise econômica no Brasil atinge principalmente os negros. É o que revela um relatório da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre o tema, comentado pelo deputado estadual Ossesio Silva (PRB-PE) durante pronunciamento na Assembleia Legislativa de Pernambuco. O documento foi elaborado a partir de visitas aos estados da Bahia, Rio de Janeiro e São Paulo.

“Seria até normal pensar que todos os brasileiros estivessem passando por essa turbulência no mesmo patamar de dificuldade, mas não é o que ocorre. Como se não bastassem as dificuldades causadas pela falta de políticas afirmativas, pelo racismo e intolerância inerentes à nossa sociedade, a crise econômica afeta mais a população negra”, observou Silva.

O parlamentar comentou que o relatório, apresentado na semana passada, faz elogios às políticas de igualdade adotadas pelo Brasil, mas critica a falta de representatividade de negros em posições de liderança em organizações públicas e privadas e destaca a diferença nas estatísticas de expectativa de vida e de renda, bem como de representação política.“Discordo apenas quando afirma que o Brasil não é racista. O racismo no país é velado e as pessoas não assumem porque é crime”, frisou Ossesio Silva.

O parlamentar também repercutiu a reportagem de um jornal local apontando casos de racismo contra intercambistas africanos na Universidade Federal de Pernambuco. “Eles estão sendo discriminados, julgados e rejeitados por estudantes brancos, o que é mostrado no vídeo ‘Retrato sem retoques’. Os colegas não se aproximam porque acham que eles não são inteligentes, ou dizem que tem medo de pegar doenças. Em um ambiente que deveria dar exemplo, o racismo está se institucionalizando”, criticou.

Em apartes, os líderes do Governo e da Oposição manifestaram apoio ao pronunciamento. “O Brasil não se diz racista, mas tem mil maneiras de estabelecer a desigualdade entre as pessoas, principalmente, pela cor”, pontuou o deputado Waldemar Borges . “Parabenizo pelo pronunciamento, especialmente porque vem de alguém que viveu muitos preconceitos, mas acreditou nos seus sonhos e hoje levanta essa bandeira”, disse o parlamentar Sílvio Costa Filho.

 

Texto: Ascom – Assembleia Legislativa de Pernambuco, Com informações da Ascom – deputado estadual Ossesio Silva
Edição: Agência PRB Nacional de Notícias

 

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

REPORTAR ERRO

Informar erro

COMPARTILHE

FALE CONOSCO

O PRB está de portas abertas para ouvir você

Sugestões, críticas, dúvidas e elogios

faleconosco@prb10.org.br

FALE COM O PARLAMENTAR

Nesta semana, envie sua mensagem para a deputada federal Tia Eron

dep.tiaeron@camara.leg.br
(61) 3215-5618

QUEM É QUEM

Conheça as lideranças do Partido Republicano Brasileiro

CONFIRA

EU REPÓRTER

Deseja indicar uma matéria para sair aqui no Portal PRB?

pautas@prb10.org.br

RECEBA NO SEU E-MAIL

Enviamos para seu email os destaque da semana.
Faça parte do Boletim 10!

Respeitamos seu email. Não gostamos de SPAM.

Você foi inscrito com sucesso!

Pin It on Pinterest