Mecias de Jesus se posiciona contra grilagem de terra em Roraima

Mecias de Jesus se posiciona contra grilagem de terra em Roraima

Nos últimos dias, a questão fundiária do estado vem sendo o principal tema de discussão durante as sessões da ALE-RR

Boa Vista (RR) – O deputado estadual Mecias de Jesus (PRB-RR), que também é presidente da Comissão de Terras, Colonização e Assuntos Indígenas da Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR), acompanhado dos deputados que compõe a bancada de oposição, formalizaram denúncia junto a Polícia Federal (PF-RR), munidos de documentos que comprovam o esquema de grilagem de terras no Estado.

Dentre a documentação apresentada, há indícios de que pessoas de fora do Estado teriam conseguido facilidades na aquisição e regularização de terras em Roraima, por meio do Instituto de Terras de Roraima (Iteraima).

Nos últimos dias, a questão fundiária do estado vem sendo o principal tema de discussão durante as sessões da ALE-RR. De acordo com o deputado Mecias, desde 2009 foi solicitada pela a bancada de oposição, a Instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Terras para apurar a real situação em Roraima.

“Pessoas de outros estados, que nunca estiveram em Roraima estão sendo beneficiadas com milhares de hectares de terras no estado em várias localidades por meio de procurações. Isso é um grande absurdo, e para por fim nesse problema e saber de fato quem tem razão e quem está grilando terras, nós queremos a criação da CPI das Terras do nosso Estado”, afirmou o parlamentar.

26_08_13_destaque03_rr_grilagem_de_terra_em_roraimaPara a abertura da CPI é necessária oito assinaturas. Os sete parlamentares da bancada de oposição já assinaram o documento. O deputado estadual Ivo Som, da base governista, havia afirmado em Tribuna que assinaria o requerimento, desde que a CPI abranja a distribuição e titulação de terras desde o ano 2000 até hoje, mas em seu pronunciamento durante a sessão disse que a instalação de uma CPI agora atrapalharia as investigações da Polícia Federal (PF-RR) e Ministério Público Federal (MPF-RR), já em andamento.

Para Mecias é uma obrigação dos órgãos investigar, mas ressaltou que é também dever e obrigação da Casa apurar e averiguar. “A CPI é um instrumento necessário, reconhecido pelo Judiciário Brasileiro e pelo Congresso Nacional para fazer essas investigações. Deixar de instalar a CPI é abrir mão dos nossos deveres, nossos direitos e nossa obrigação”, enfatizou.

O parlamentar destacou ainda, que alguns deputados da base governistas haveriam afirmado que só assinariam a CPI das Terras se também fosse feita a CPI do prédio da ALE-RR. “Para encerrar com as insinuações e denúncias eu mesmo elaborei e protocolei o requerimento pedindo a CPI da reforma da Casa. Fui o primeiro a assinar, assim como os deputados de oposição. Eu quero agora que eles também assinem as CPIs da Assembleia e das Terras, já que era essa a condição, pois não tenho nada a esconder, ao contrário do que dizem”, concluiu.

Texto: Ascom – deputado estadual Mecias de Jesus
Foto1: Lúcio Moreyra
Foto 2: Divulgação

 

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

REPORTAR ERRO

Informar erro

COMPARTILHE

FALE CONOSCO

O PRB está de portas abertas para ouvir você

Sugestões, críticas, dúvidas e elogios

faleconosco@prb10.org.br

FALE COM O PARLAMENTAR

Nesta semana, envie sua mensagem para a deputada federal Tia Eron

dep.tiaeron@camara.leg.br
(61) 3215-5618

QUEM É QUEM

Conheça as lideranças do Partido Republicano Brasileiro

CONFIRA

EU REPÓRTER

Deseja indicar uma matéria para sair aqui no Portal PRB?

pautas@prb10.org.br

RECEBA NO SEU EMAIL

Enviamos para seu email os destaque da semana.
Faça parte do Boletim 10!

Respeitamos seu email. Não gostamos de SPAM.

Você foi inscrito com sucesso!

Pin It on Pinterest