Gilberto Abramo propõe debate sobre revista íntima em presídios de Minas Gerais

Gilberto Abramo propõe debate sobre revista íntima  em presídios de Minas Gerais

O republicano é autor do Projeto de Lei nº 821/2015, que proíbe a revista íntima dos visitantes em penitenciárias. Para ele, os procedimentos deverão ser feitos com respeito à dignidade humana.

 

Belo Horizonte (MG) – Por solicitação do deputado estadual Gilberto Abramo (PRB-MG), a Comissão de Segurança da Assembleia Legislativa de Minas Gerais vai realizar uma audiência pública para debater o sistema de revista íntima de visitantes em unidades prisionais do Estado. A reunião será realizada nesta quarta-feira (17), às 9h30.

O republicano é autor do Projeto de Lei nº 821/2015, que proíbe a revista íntima dos visitantes em penitenciárias. Para ele, os procedimentos devem ser feitos com respeito à dignidade humana. “A proposta visa coibir práticas vexatórias que obrigam os visitantes a despir-se, fazer agachamentos ou dar saltos ou submeter-se a exames clínicos invasivos”, disse.

Pelo texto, todo visitante que ingressar no estabelecimento prisional será submetido à revista mecânica, a qual deverá ser executada, em local reservado, por meio da utilização de equipamentos capazes de garantir segurança ao estabelecimento prisional, tais como “scanner” corporal, detectores de metais, aparelhos de raio X e outras tecnologias que preservem a integridade física, psicológica e moral do visitante revistado. Gestantes e pessoas portadoras de marca-passo não serão submetidas à revista mecânica, devendo a administração prisional autorizar seu ingresso no estabelecimento, sendo inexigível cumprimento de obrigação alternativa.

Gilberto Abramo destacou que em setembro de 2014, o Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária recomendou, em resolução publicada no Diário Oficial da União, o fim da revista íntima nos presídios brasileiros, considerando a prática “vexatória, desumana e degradante”. “O Conselho orienta que a revista pessoal seja feita com o uso de equipamentos eletrônicos detectores de metais, aparelhos de raio X e scanner corporal, por exemplo. A revista manual também poderá ser feita apenas em casos excepcionais, quando a tecnologia não for suficiente para identificar armas, explosivos, drogas e outros objetos ilícitos”, explicou Abramo.

O deputado do PRB justifica que o principal objetivo é coibir as mais diversas formas de tratamento desumano ou degradante, vedadas na Constituição Federal. “Queremos que em Minas Gerais todas as penitenciárias tenham os aparelhos imprescindíveis para a revista de visitantes, garantindo a segurança e impedindo o tratamento constrangedor”, finalizou.

Texto: Lélia Queiroz / Ascom – PRB Minas Gerais
Foto: Cedida

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

REPORTAR ERRO

Informar erro

COMPARTILHE

FALE CONOSCO

O PRB está de portas abertas para ouvir você

Sugestões, críticas, dúvidas e elogios

faleconosco@prb10.org.br

FALE COM O PARLAMENTAR

Nesta semana, envie sua mensagem para a deputada federal Tia Eron

dep.tiaeron@camara.leg.br
(61) 3215-5618

QUEM É QUEM

Conheça as lideranças do Partido Republicano Brasileiro

CONFIRA

EU REPÓRTER

Deseja indicar uma matéria para sair aqui no Portal PRB?

pautas@prb10.org.br

RECEBA NO SEU EMAIL

Enviamos para seu email os destaque da semana.
Faça parte do Boletim 10!

Respeitamos seu email. Não gostamos de SPAM.

Você foi inscrito com sucesso!

Pin It on Pinterest