“Escolas não podem ser depósitos de estudantes”, diz Garla no debate do Plano Distrital de Educação

"Escolas não podem ser depósitos de estudantes", diz Garla no debate do Plano Distrital de Educação

Republicano aponta que escolas devem ser celeiros de futuros grandes pensadores e profissionais de sucesso.

 

Brasília (DF) – O Plano Distrital de Educação, elaborado pelo Fórum Distrital de Educação, foi tema de Comissão Geral na Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), na última semana. O deputado distrital, Evandro Garla (PRB-DF) declarou que as escolas não podem ser apenas depósitos de estudantes, “mas celeiros de futuros grandes pensadores e profissionais de sucesso”, disse. Vários representantes da Educação no Distrito Federal participaram do debate.

Para Garla, focar na educação é um dos caminhos para evitar que o jovem entre na marginalidade. “Atividades como as artes, esporte, lazer são importantes para que os nossos jovens fiquem longe das drogas”, afirma. O republicano comentou que ele próprio encontrou no esporte um caminho para viver longe do tráfico de drogas e da marginalidade.  “Se não fosse Deus e um Movimento Social chamado Força Jovem (FJU), que incentiva a prática esportiva e outras atividades, eu poderia ter cumprido medidas socioeducativas. Eu poderia ter sido preso ou nem estar mais vivo”, aponta Evandro Garla.

Escolas-nao-podem-ser-apenas-depositos-de-estudantes-diz-Evandro-Garla-durante-debate-sobre-Plano-Distrital-Educacao-002-01-05-14Ainda, Evandro Garla ressaltou que o PRB está preocupado com a educação. “Hoje, o PRB tem uma militância exclusiva para discutir as políticas públicas de educação do nosso país”, frisa Garla.

Já o Presidente do Sinpro-DF, Rodrigo de Paula, explicou que o Plano Distrital irá discutir as metas da educação para os próximos 10 anos. “O PDE tem diretrizes para uma Escola Distrital em Brasília, os locais onde possuirão faculdades distritais e outros pontos”, explica.

Em seu discurso, Rodrigo revelou que a educação atual sofre com os papéis invertidos. “O filho do trabalhador estuda em escola pública no ensino fundamental e médio. Já no ensino superior ele ingressa na faculdade particular pagando altas mensalidades. Ao contrário, do filho de classe média, que estuda os primeiros anos em colégios particulares e entra na Universidade Pública. Com o Plano Distrital da Educação, isso irá mudar porque teremos uma Faculdade Pública Distrital, para contemplar os alunos de Educação Básica que estudaram na Rede Pública”, completa.

Texto: Geysa Albuquerque / Ascom – deputado distrital Evandro Garla
Edição: Jamile Reis / Agência PRB Nacional
Fotos: Jessé Vieira

 

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

REPORTAR ERRO

Informar erro

COMPARTILHE

FALE CONOSCO

O PRB está de portas abertas para ouvir você

Sugestões, críticas, dúvidas e elogios

faleconosco@prb10.org.br

FALE COM O PARLAMENTAR

Nesta semana, envie sua mensagem para a deputada federal Tia Eron

dep.tiaeron@camara.leg.br
(61) 3215-5618

QUEM É QUEM

Conheça as lideranças do Partido Republicano Brasileiro

CONFIRA

EU REPÓRTER

Deseja indicar uma matéria para sair aqui no Portal PRB?

pautas@prb10.org.br

RECEBA NO SEU EMAIL

Enviamos para seu email os destaque da semana.
Faça parte do Boletim 10!

Respeitamos seu email. Não gostamos de SPAM.

Você foi inscrito com sucesso!

Pin It on Pinterest