Em carta aberta, Roberto Alves se solidariza com a jovem vítima do estupro coletivo no RJ

Em carta aberta, Roberto Alves se solidariza com a jovem vítima do estupro coletivo no RJ

No documento, republicano coloca seu mandato a disposição, por meio de ações para reforçar o combate, denunciando e punindo crimes com o de estupro

 

Brasília (DF) – Nesta quinta-feira (02), o deputado federal Roberto Alves (PRB-SP) enviou para a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH) uma carta aberta que deverá ser entregue a adolescente de 16 anos, vítima de um estupro coletivo, no Rio de Janeiro. No documento, o deputado que é presidente da Frente Parlamentar Contra o Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes se solidariza com a jovem e seus familiares e coloca seu mandato a disposição, por meio de ações para reforçar o combate, denunciando e punindo crimes com o de estupro.

“Tomei conhecimento com muita tristeza e revolta do brutal ataque que você sofreu por selvagens que, de forma abjeta, a violentaram. Gostaria em primeiro lugar de enviar toda minha solidariedade, como pai. Ao ouvir sua frase; não dói o útero, mas sim a alma, ao mesmo tempo em que me entristeci, busquei forças e reafirmei meu compromisso de por meio do mandato de deputado federal que me foi outorgado pelo povo; lutar para que o seu sofrimento não se repita na vida de outras mulheres”, declara.

Para o republicano, vivemos em um país e em um mundo onde o fato de ser mulher ainda a expõe a todo tipo de violência. Ele reafirmou a importância da luta pela conscientização e consolidação da defesa pela igualdade de gênero e o combate aos sentimentos de posse, ciúmes, machismo, e todos os outros componentes de uma cultura que submete a mulher a uma condição inferiorizada.

“Neste ciclo de violência que estamos ainda submetidos pela ótica do machismo, milhares de mulheres que sofrem diariamente ataques, estupros, mutilações e muitas vezes terminam assassinadas. Precisamos nos unir para virar está triste página da história de nossa civilização”, afirma.

O parlamentar já está tomando medidas para impedir que violências, inclusive virtuais, possam continuar a macular a infância, adolescência e a vida de mulheres adultas que além da violência física tem que se submeter a divulgação bárbara dos atos cometidos por meio da internet.

“Essa semana apresentei o projeto de lei que altera o código penal especificando uma nova modalidade de flagrante para violências praticadas pela internet ou divulgadas na rede contra a mulher. Exigimos também medidas junto ao Governo Federal de combate as violências sofridas pela mulher em nosso país, além da proteção a mulheres em situação de violência doméstica por meio da ampliação do programa Casa da Mulher Brasileira, que necessita urgentemente de repasse maior de recursos”, alega.

Texto: Ana Lídia Monteiro / Ascom – deputado federal Roberto Alves
Foto: Douglas Gomes

 

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

REPORTAR ERRO

Informar erro

COMPARTILHE

FALE CONOSCO

O PRB está de portas abertas para ouvir você

Sugestões, críticas, dúvidas e elogios

faleconosco@prb10.org.br

FALE COM O PARLAMENTAR

Nesta semana, envie sua mensagem para a deputada federal Tia Eron

dep.tiaeron@camara.leg.br
(61) 3215-5618

QUEM É QUEM

Conheça as lideranças do Partido Republicano Brasileiro

CONFIRA

EU REPÓRTER

Deseja indicar uma matéria para sair aqui no Portal PRB?

pautas@prb10.org.br

RECEBA NO SEU E-MAIL

Enviamos para seu email os destaque da semana.
Faça parte do Boletim 10!

Respeitamos seu email. Não gostamos de SPAM.

Você foi inscrito com sucesso!

Pin It on Pinterest