Deputada Tia Eron é vítima de ataques racistas nas redes sociais 

Tia Eron destaca importância de legislação que incentiva ações contra o bullying

Apesar da preocupação dos amigos e familiares com sua integridade física, orgulhosa em não ceder às pressões políticas, a deputada Tia Eron afirmou não ter cabresto

 

Brasília (DF) – Às vésperas de uma votação importante no cenário político atual, a deputada federal Tia Eron (PRB-BA) foi alvo de racismo nas redes sociais. A deputada, que teve um papel decisivo e importante ao votar pela aprovação do relatório que pede a cassação de Eduardo Cunha, afastado da presidência da Câmara de Deputados, teve a sua página no Facebook atacada. Os usuários, em uma ação explícita de racismo, utilizam palavras ofensivas, chamando-a de “macaca”, “chimpanzé”, “vagabunda”, “lixo”. Durante o ataque, um usuário chega ao extremo, fazendo uma ameaça de violência sexual: “vamos estuprar essa macaca”, diz um comentário.

Apesar da preocupação dos amigos e familiares com sua integridade física, orgulhosa em não ceder às pressões políticas, a deputada Tia Eron afirmou não ter cabresto. “Ninguém manda nessa nega aqui”, disse em seu discurso antes votar sim pela aprovação do relatório. O caso indignou o Brasil e teve grande repercussão na mídia nacional. A matéria apresentada no Domingo Espetacular, na Rede Record, no último domingo (3), elevou a audiência da emissora a quase 15 pontos durante a exibição.

Mulher, negra, nordestina e de origem humilde, Tia Eron sabe o que é sofrer na pele as mazelas do preconceito, mas nunca deixou se abater. Apesar das barreiras, foi uma das primeiras mulheres negras eleita para a Câmara Municipal de Salvador, em 2000, onde ficou por quatro mandatos consecutivos. O trabalho rendeu frutos e, em 2014, foi a mulher mais votada na Bahia, com quase 117 mil votos. Atualmente é uma das três mulheres negras que figuram no universo majoritariamente masculino da Câmara dos Deputados.

Os episódios de racismo estão sendo investigados. Os agressores serão acusados de injúria e racismo, crimes previstos no Código Penal, com pena de 1 a 3 anos de prisão e multa.

Texto: Aline Ramos / Ascom – deputada federal Tia Eron
Foto: Douglas Gomes

 

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

REPORTAR ERRO

Informar erro

COMPARTILHE

FALE CONOSCO

O PRB está de portas abertas para ouvir você

Sugestões, críticas, dúvidas e elogios

faleconosco@prb10.org.br

FALE COM O PARLAMENTAR

Nesta semana, envie sua mensagem para a deputada federal, Rosangela Gomes (PRB-RJ)

E-mail (clique aqui)
ou
(61) 3215-5438

QUEM É QUEM

Conheça as lideranças do Partido Republicano Brasileiro

CONFIRA

EU REPÓRTER

Deseja indicar uma matéria para sair aqui no Portal PRB?

pautas@prb10.org.br

RECEBA NO SEU E-MAIL

Enviamos para seu email os destaque da semana.
Faça parte do Boletim 10!

Respeitamos seu email. Não gostamos de SPAM.

Você foi inscrito com sucesso!

Pin It on Pinterest

Quer fazer um
Curso de Política GRATUITO?

Preencha para receber seu acesso ao curso!