CNI elege projeto de Squassoni como prioridade da indústria

CNI elege projeto de Squassoni como prioridade da indústria

PL 1917/2015, que prevê a possibilidade da portabilidade nas contas de energia elétrica, foi eleito como uma das prioridades da indústria em 2016

 

Brasília (DF) – O Projeto de Lei nº 1917/2015, que prevê a possibilidade da portabilidade nas contas de energia elétrica, acaba de ser eleito uma das prioridades da Agenda Legislativa da Indústria em 2016. A escolha foi feita pela Confederação Nacional das Indústrias (CNI), em abril deste ano, na 21ª edição do evento. A proposta é do deputado federal Marcelo Squassoni (PRB-SP).

A Agenda Legislativa da CNI elege, todos os anos, proposições em tramitação no Congresso que são consideradas prioritárias para o setor. A escolha se deu em consenso com mais de 60 associações setoriais e as 27 federações estaduais da indústria, contando com especial apoio da Associação Brasileira dos Comercializadores de Energia Elétrica (Abraceel), que fez sua defesa perante as entidades.

“O apoio da indústria é de grande relevância e certamente fará a diferença para o sucesso de uma ideia que beneficiará não só este setor, mas também os pequenos usuários, que são os consumidores residenciais”, ressaltou Squassoni. De acordo com a CNI, “as propostas oferecem ao Congresso Nacional um norte para eliminar entraves históricos ao crescimento da economia, como a excessiva burocracia e a complexidade do sistema tributário”.

Criada desde 1996, a Agenda Legislativa da Indústria tem o objetivo de reforçar a urgência de se promover mudanças que melhorem o ambiente de negócios e ajudem na recuperação da confiança do setor privado.

Apresentado em 2015, o projeto já conta com o aval das Comissões de Minas e Energia e de Defesa do Consumidor. Ainda passará, no âmbito da Câmara dos Deputados, pelas comissões de Finanças e Tributação e a de Constituição e Justiça, antes de ir a Plenário.

Pelo mundo

O texto abre a possibilidade de o consumidor passar a escolher a concessionária de energia elétrica que lhe fornecerá atendimento, tal qual ocorre com o serviço de telefonia, por exemplo. O modelo proposto pelo deputado já é adotado em vários países. Na Europa, todos os consumidores industriais podem optar, desde julho de 2004, e os residenciais, desde julho de 2007. Nos Estados Unidos, Canadá, Nova Zelândia e Austrália, os requisitos de elegibilidade variam de região para região, mas sempre com a tendência de permitir a livre escolha para os consumidores de maior porte.

Texto: Ascom – deputado Marcelo Squassoni
Foto: Douglas Gomes / Ascom – Liderança do PRB

 

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

REPORTAR ERRO

Informar erro

COMPARTILHE

FALE CONOSCO

O PRB está de portas abertas para ouvir você

Sugestões, críticas, dúvidas e elogios

faleconosco@prb10.org.br

FALE COM O PARLAMENTAR

Nesta semana, envie sua mensagem para a deputada federal Tia Eron

dep.tiaeron@camara.leg.br
(61) 3215-5618

QUEM É QUEM

Conheça as lideranças do Partido Republicano Brasileiro

CONFIRA

EU REPÓRTER

Deseja indicar uma matéria para sair aqui no Portal PRB?

pautas@prb10.org.br

RECEBA NO SEU EMAIL

Enviamos para seu email os destaque da semana.
Faça parte do Boletim 10!

Respeitamos seu email. Não gostamos de SPAM.

Você foi inscrito com sucesso!

Pin It on Pinterest