CCJ aprova projeto de Márcio Marinho que extingue cláusulas de fidelização

CCJ aprova projeto de Márcio Marinho que extingue cláusulas de fidelização

Projeto tem como objetivo modernizar o Código de Defesa do Consumidor com vistas a proibir a prática, pelos fornecedores de bens e serviços, de atitudes lesivas ao interesse público.


Brasília (DF) –
A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC) da Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta (27) o Projeto de Lei 1257/2011, de autoria do deputado Márcio Marinho (PRB-BA). A proposta trata das cláusulas contratuais abusivas que determinam a fidelização do consumidor. O relator da proposta na comissão foi o deputado Antonio Bulhões (PRB-SP).

“O objetivo primordial é modernizar o Código de Defesa do Consumidor (CDC), com vistas a proibir a prática, pelos fornecedores de bens e serviços, de atitudes lesivas ao interesse público. Queremos extirpar da nossa realidade, de uma vez por todas, essas odiosas práticas que tanto prejudicam a população brasileira”, argumenta o autor do projeto.

Segundo ele, apesar de, na prática, o texto ser direcionado a todos os tipos de contratos, as campeãs dessas cláusulas são as empresas de telefonia celular que, em sua maioria, prejudicam os consumidores com contratos que beneficiam apenas uma das partes. “Uma vez que os acordos não trazem contrapartidas para os fornecedores, o consumidor fica desprotegido e sem possibilidades de negociar. Como legítimo representante do povo, temos o dever de evitar essas armadilhas nas relações de consumo”, defende Marinho.

Dentre os métodos abusivos destacados no PL estão, ainda, a determinação dos prazos mínimos de vigência e o pagamento de multas em casos de cancelamento antecipado. O deputado acredita que, ao impedir esse tipo de cláusula, é possível proteger os consumidores, e, também, reequilibrar o mercado de bens e serviços, além de promover a competição. “Entendo que o consumidor precisa ter a liberdade de procurar outras empresas, caso esteja insatisfeito com a prestação de serviço oferecido por aquela com a qual firmou contrato anterior”, finalizou o deputado.

O projeto já foi aprovado pelas comissões de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio (CDEIC) e Defesa do Consumidor (CDC). A matéria seguirá para o Senado Federal.

Texto: Fernanda Cunha / Ascom – Liderança do PRB
Foto: Douglas Gomes

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

REPORTAR ERRO

Informar erro

COMPARTILHE

FALE CONOSCO

O PRB está de portas abertas para ouvir você

Sugestões, críticas, dúvidas e elogios

faleconosco@prb10.org.br

FALE COM O PARLAMENTAR

Nesta semana, envie sua mensagem para a deputada federal Tia Eron

dep.tiaeron@camara.leg.br
(61) 3215-5618

QUEM É QUEM

Conheça as lideranças do Partido Republicano Brasileiro

CONFIRA

EU REPÓRTER

Deseja indicar uma matéria para sair aqui no Portal PRB?

pautas@prb10.org.br

RECEBA NO SEU EMAIL

Enviamos para seu email os destaque da semana.
Faça parte do Boletim 10!

Respeitamos seu email. Não gostamos de SPAM.

Você foi inscrito com sucesso!

Pin It on Pinterest