Bulhões defende educação sem “lavagem cerebral”

antonio-bulhoes-pede-investimentos-nas-policias-militar-e-civil-de-todo-o-brasil-29-05-2012

Bulhões alertou para a denúncia feita por pedagogos, como a professora Olga Pombo, da Universidade de Lisboa, de que a escola estaria sendo utilizada hoje para tomar conta dos filhos

Brasília (DF) – Em discurso proferido na Câmara dos Deputados, o líder republicano, Antonio Bulhões (PRB-SP), chamou a atenção para a queda da qualidade de ensino no País, com reflexos na atual posição do ranking da educação da Unesco, onde o Brasil ocupava a 88ª posição entre 127 países. “A pedagogia aqui atualizada não funciona em termos absolutos e em termos relativos ainda se percebe um retrocesso”, destacou o parlamentar, lembrando que o País tem sofrido sucessivas quedas no mesmo ranking.

“Todos dizem que o Brasil só se tornará livre das travas do subdesenvolvimento econômico quando tiver um povo educado. Entretanto, já ficou comprovado que o desenvolvimento econômico não traz necessariamente desenvolvimento ético”, chamou a atenção Bulhões, alertando que a dicotomia entre a educação visando o controle do cidadão pelo Estado, propugnada por Platão; e a voltada para felicidade do ser humano, defendida por Aristóteles, ainda é ativa, 2,5 mil anos depois da morte dos dois pensadores.

Bulhões alertou para a denúncia feita por pedagogos, como a professora Olga Pombo, da Universidade de Lisboa, de que a escola estaria sendo utilizada hoje para tomar conta dos filhos. “A escola era um lugar de instrução, mas as crianças eram educadas pelas famílias. Confundir ensino com educação é perigoso. Ensinar é transmitir conhecimentos. Educar é incutir valores, que muitas vezes são passados nos bancos escolares de forma totalmente antagônica com o que quer, espera e deseja a família.”

O líder do PRB lembrou que o controle das almas dos filhos, fruto da educação platônica, é impedido pelo Pacto de São José da Costa Rica, do qual o Brasil é signatário. “De acordo com esse pacto, os pais, ou, quando for o caso, os tutores, têm o direito a que seus filhos e pupilos recebam educação religiosa e moral que esteja de acordo com suas próprias convicções”, destacou Bulhões.

“O grande valor que o professor tem a ensinar na escola é o valor do conhecimento. Ele tem que abrir as mentes e não doutriná-las. Mas, isso até poderia ser tolerado se a qualidade da educação brasileira figurasse entre as melhores do mundo. Mas é exatamente o contrário do que ocorre”, advertiu o deputado.

Texto: Paulo Gusmão / Ascom – Liderança do PRB
Foto: Douglas Gomes

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

REPORTAR ERRO

Informar erro

COMPARTILHE

FALE CONOSCO

O PRB está de portas abertas para ouvir você

Sugestões, críticas, dúvidas e elogios

faleconosco@prb10.org.br

FALE COM O PARLAMENTAR

Nesta semana, envie sua mensagem para o deputado Sérgio Reis (PRB-SP)

dep.sergioreis@camara.leg.br
ou (61) 3215.5213

QUEM É QUEM

Conheça as lideranças do Partido Republicano Brasileiro

CONFIRA

EU REPÓRTER

Deseja indicar uma matéria para sair aqui no Portal PRB?

pautas@prb10.org.br

RECEBA NO SEU E-MAIL

Enviamos para seu email os destaque da semana.
Faça parte do Boletim 10!

Respeitamos seu email. Não gostamos de SPAM.

Você foi inscrito com sucesso!

Pin It on Pinterest