Bulhões critica tentativa de incluir ideologia de gênero nos estados e municípios

Bulhões critica tentativa de incluir ideologia de gênero nos estados e municípios

Republicano lembrou que a proposta foi rejeitada no Plano Nacional de Educação, que define as diretrizes para os próximos 10 anos.

 

Brasília (DF) – Em discurso proferido na última terça-feira (14), o deputado republicano Antonio Bulhões (PRB-SP) criticou a tentativa de incluir a ideologia de gênero nos Planos Educacionais dos Estados e Municípios, mesmo a matéria tendo sido derrotada no plenário da Câmara dos Deputados, durante a votação do Plano Nacional de Educação (PNE).

“Com a desacanhada movimentação dos grupos, os princípios orientadores da lei geral do PNE estão sendo renegados e a ideologia de gênero pode levar o país a ser mais uma cobaia daqueles que se querem fazer conhecedor do nosso bem”, argumentou o deputado que foi membro da comissão especial que analisou o PNE na Câmara.

Bulhões destacou que a proposta votada pelos representantes do povo e sancionado pela Presidência de República, não compactou com a ideologia de gênero nas escolas. “A promulgação do PNE significou claramente que o poder político decidiu não aceitá-la. Parece que assistimos a uma inversão de valores na qual a minoria derrotada quer impor a sua vontade à maioria. No caso do Brasil, deve-se aguardar a próxima legislatura para tentar mudar o que foi aprovado. Tentar impor, por meios indiretos, a sua vontade, pelo inconformismo da derrota, é fraudar o processo político”, reprovou.

O deputado classificou como autoritária a ação de quem não aceita as regras da democracia quando o seu ponto de vista é derrotado. “Na democracia, a maioria não pode achatar a minoria. Por outro lado, a minoria precisa entender que a postura vitimista não sensibiliza para sempre. O caso da ideologia de gênero é apenas uma visão de mundo ou um tratado de ideias em abstrato. Se todas as sociedades foram organizadas desde sempre com os papéis de homens e de mulheres bem definidos, com qual fundamento imaginam que mudar isso daria certo?”, questionou o republicano.

Ao finalizar seu pronunciamento, Bulhões ressaltou o exemplo da Suécia que deixou de financiar a ideologia de gênero por falta de fundamentos científicos. “Conceitos científicos errados não são suficientes para cessar uma ideologia. O que resolveu mesmo a questão foi que, após anos de experimento, a média dos meninos continuou escolhendo profissões consideradas masculinas e as meninas, as femininas. A reengenharia social não funcionou e a ideologia caiu em descrédito”, criticou o parlamentar.

Texto: Mônica Donato / Ascom – Liderança do PRB
Foto: Douglas Gomes

 

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

REPORTAR ERRO

Informar erro

COMPARTILHE

FALE CONOSCO

O PRB está de portas abertas para ouvir você

Sugestões, críticas, dúvidas e elogios

faleconosco@prb10.org.br

FALE COM O PARLAMENTAR

Nesta semana, envie sua mensagem para o deputado federal, Roberto Alves (PRB-SP)

E-mail (clique aqui)
ou
(61) 3215-5946

QUEM É QUEM

Conheça as lideranças do Partido Republicano Brasileiro

CONFIRA

EU REPÓRTER

Deseja indicar uma matéria para sair aqui no Portal PRB?

pautas@prb10.org.br

RECEBA NO SEU E-MAIL

Enviamos para seu email os destaque da semana.
Faça parte do Boletim 10!

Respeitamos seu email. Não gostamos de SPAM.

Você foi inscrito com sucesso!

Pin It on Pinterest