Ao Comandante da PM, Carvalho diz que vai lutar pela redução da maioridade penal

Ao Comandante da PM, Carvalho diz que vai lutar pela redução da maioridade penal

Da esq. para a dir.: Coronel Dimitrius, Vinicius Carvalho, Comandante Geral Meira e Coronel Aradzenka.

 

São Paulo (SP) – Em reunião com o Comandante Geral da Polícia Militar, Coronel Benedito Roberto Meira, na manhã desta quarta-feira (27), o deputado federal eleito Vinicius Carvalho (PRB-SP) afirmou que vai trabalhar para dar mais rigor às leis que punem os menores de idade que cometem crimes.

“Entendo que precisamos atualizar nossas leis, principalmente com relação aos menores infratores. Tanto eu, quanto o PRB, somos a favor da diminuição da maioridade penal”, enfatizou Carvalho alertando ainda que, segundo dados estatísticos, 88% da população também é favorável à redução da maioridade penal.

O comandante, por sua vez, apresentou diversos exemplos de jovens infratores que voltaram a praticar crimes por estarem ‘protegidos’ pela lei em vigor. “Precisamos mudar nossa legislação, pois a reincidência criminal no Brasil é absurda. Nós da Polícia Militar esperamos que o Congresso proponham leis mais concretas e objetivas, que diminuam a impunidade”, desabafou.

Comandante_internaVinicius também se comprometeu a usar a tribuna do Congresso Nacional para defender à classe. “Apesar de não ser da corporação, defenderei esta bandeira porque sei da importância desta instituição. Só brigo por aquilo que acredito e vocês podem ter certeza que terão um guerreiro, que vai lutar pela segurança pública”, ressaltou.

Antes da reunião com o comandante, o republicano também recebido pelos coronéis Dimitrios Fyskatoris e Leros Aradzenka que também relataram algumas das dificuldades da corporação. “A mídia com frequência mostra as ações dos criminosos, mas não apresenta o trabalho de combate da polícia. Nesse sentido, o deputado também poderá ser uma ponte entre a polícia e uma mídia mais imparcial”, balizou.

Ao final do encontro, Vinicius Carvalho recebeu do comandante um livro da polícia militar e, novamente, se colocou à disposição da instituição. “De coração, podem contar comigo. E também parabenizo o senhor e esta instituição pelo importante trabalho”, finalizou.

Sugestão 

O comandante aproveitou para sugerir que houvesse uma lei para tornar obrigatória a atividade laboral nos presídios, e não opcional como ocorre atualmente. “No Japão, por exemplo, os presos trabalham quase 11 horas por dia e saem com maiores chances de ressocialização. Por meio de incentivos fiscais, as empresas poderiam empregar os presos e ainda ajudar a melhorar nossa sociedade”, exemplificou.

Texto: Danielli Guerson / Ascom – PRB São Paulo

 

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o email: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

REPORTAR ERRO

Informar erro

COMPARTILHE

FALE CONOSCO

O PRB está de portas abertas para ouvir você

Sugestões, críticas, dúvidas e elogios

faleconosco@prb10.org.br

FALE COM O PARLAMENTAR

Nesta semana, envie sua mensagem para a deputada federal Tia Eron

dep.tiaeron@camara.leg.br
(61) 3215-5618

QUEM É QUEM

Conheça as lideranças do Partido Republicano Brasileiro

CONFIRA

EU REPÓRTER

Deseja indicar uma matéria para sair aqui no Portal PRB?

pautas@prb10.org.br

RECEBA NO SEU E-MAIL

Enviamos para seu email os destaque da semana.
Faça parte do Boletim 10!

Respeitamos seu email. Não gostamos de SPAM.

Você foi inscrito com sucesso!

Pin It on Pinterest