Antonio Bulhões critica a desvalorização da figura do professor no Brasil

Antonio Bulhões critica a desvalorização da figura do professor no Brasil

Segundo ele, sem formação adequada, sem acesso a processos de aprimoramento e reciclagem, o professor não terá muitas oportunidades para se qualificar.

 

Brasília (DF) – “Gostaríamos imensamente de viver em um país que o professor merecesse o mesmo respeito devido a um imperador”. A afirmação é do deputado republicano Antonio Bulhões (PRB-SP) em discurso proferido na Câmara dos Deputados. Segundo ele, sem formação adequada, sem acesso a processos de aprimoramento e reciclagem, o professor não terá muitas oportunidades para se qualificar.

“É o mais perverso dos círculos viciosos – mas ainda não vislumbramos uma modificação substancial nas políticas de formação e valorização do magistério capaz de reverter tão absurda situação. É fato que os professores brasileiros não dispõem de condições mínimas de trabalho e realização. Circulou durante algum tempo na internet uma lenda de que, no Japão, todos os cidadãos deveriam se curvar em presença do imperador, com exceção do professor. Desmentida por especialistas na cultura japonesa, a ideia vale como parábola, no sentido de que mesmo a mais alta autoridade política deva se render ao insubstituível papel de educador”, alertou o deputado.

Bulhões lembrou que a oferta de matrículas no ensino fundamental em quase 100% da demanda, nas últimas décadas, constituiu um grande avanço para o país. “Agora precisamos garantir a qualidade do ensino e a consistência do aprendizado, de modo a diminuir os índices consideráveis de evasão, repetência e disparidade idade/série em praticamente todos os estados da Federação”. Ainda segundo o republicano, a ausência do incentivo salarial e do fomento à pesquisa é flagrante.

“Em tempos de economia globalizada, de alta competitividade internacional, de disputa tecnológica e graves ameaças ambientais, pesam sobre os ombros dos mais jovens desafios inéditos na história da humanidade. Mais do que nunca, dependemos todos da figura do professor e do papel insubstituível da educação. Não há como fazê-lo sem impulsionar o papel do educador ao lugar que lhe cabe por definição: orientador, incentivador, formador, responsável pelo desenvolvimento do potencial profissional e criativo das novas gerações”, ressaltou o deputado.

Texto: Mônica Donato / Ascom – Liderança do PRB 
Foto: Douglas Gomes

 

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

REPORTAR ERRO

Informar erro

COMPARTILHE

FALE CONOSCO

O PRB está de portas abertas para ouvir você

Sugestões, críticas, dúvidas e elogios

faleconosco@prb10.org.br

FALE COM O PARLAMENTAR

Nesta semana, envie sua mensagem para a deputada federal Tia Eron

dep.tiaeron@camara.leg.br
(61) 3215-5618

QUEM É QUEM

Conheça as lideranças do Partido Republicano Brasileiro

CONFIRA

EU REPÓRTER

Deseja indicar uma matéria para sair aqui no Portal PRB?

pautas@prb10.org.br

RECEBA NO SEU EMAIL

Enviamos para seu email os destaque da semana.
Faça parte do Boletim 10!

Respeitamos seu email. Não gostamos de SPAM.

Você foi inscrito com sucesso!

Pin It on Pinterest