“O 1º de maio foi de reflexão e não de celebração”, afirma Roberto Alves

“O 1º de maio foi de reflexão e não de celebração”, afirma Roberto Alves

Roberto Alves destaca a alta taxa de desemprego no Brasil e o momento ruim da economia do País

 

Brasília (DF) – Na última quinta-feira (28), o deputado federal Roberto Alves (PRB-SP) usou a tribuna da Câmara dos Deputados para avaliar o atual quadro econômico brasileiro, já que o foco não está nas oportunidades de emprego. Para ele, o Dia Internacional do Trabalhador foi de reflexão e não de celebração. “Quisera eu estar subindo a esta tribuna para compartilhar com meus ilustres pares boas notícias, principalmente em relação a taxa de emprego. Quisera eu dizer, como se fala no Japão, que a taxa de desemprego está em torno de 3% há muitos anos e que nos Estados Unidos está estável em 5%. Lamentavelmente, não é o caso do Brasil”, lamentou o parlamentar.

O último dado mais completo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que acompanha as contratações em mais de 3 mil municípios, mostrou que o desemprego chegou aos 9% e há projeções de que em 2016 feche com 11%. Enquanto isso, a Organização Internacional do Trabalho prevê que o desemprego médio na América Latina deve fechar o ano perto dos 6,7%. Na Alemanha, 4,6%. O Reino Unido deve fechar o ano com 5,4% e, na Itália, com uma das piores taxas do mundo, deve cair para 12%.

“Estamos chegando ao patamar de comparação com os ´piores do mundo´ e, se não bastasse, os índices no meu estado são ainda mais alarmantes. A taxa média de desemprego total na região metropolitana de São Paulo subiu de 10,8% para 13,2% entre 2014 e 2015, segundo o Dieese”, argumentou.

O deputado acredita que com a economia incerta, devido a vários fatores como a falta de uma boa gestão e a corrupção, muitos deixaram de investir no Brasil e a falta de segurança afeta diretamente o trabalhador. Para ele, o setor público deve procurar parcerias com o setor privado para elaborar planos de ação a longo prazo. “Seria o caso de atender às demandas empresariais para levar adiante algumas mudanças nas leis trabalhista, claro, sem ferir direitos e garantias constitucionais? Seria o caso de propor alterações na estrutura sindical, de modo que os sindicatos se tornem mais maduros e representativos de seus filiados? Seria o caso de negociar mais acordos coletivos por empresas e não para a categoria?. Por que não pensarmos mais no uso da negociação coletiva, priorizando o que foi negociado ao legislado, para atender às leis do mercado? É desconfortável subir a esta tribuna para lançar uma série de perguntas, sem poder dar-lhes respostas!”, desabafou o parlamentar.

Para finalizar, Alves falou da importância do emprego formal e das garantias geradas por ele, já que a informalidade tem aumentado drasticamente. “As demissões tem deixado os trabalhadores vulneráveis aos empregos informais e empurra o Brasil para uma recessão que pode ser pior em 25 anos, já que deixam de contribuir para a Previdência Social e ficam com dificuldades de obter crédito”, disse.

A a população desocupada aumentou de 6,45 milhões para 9,09 milhões de pessoas em um ano, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad). O trabalho por conta própria, na maioria dos casos com um rendimento inferior a R$ 1.300 por mês, já representa 19,5% de todas as ocupações nas principais cidades do Brasil, o maior nível em oito anos.

“Queremos um Brasil melhor, uma economia estável e em crescimento para que nossos trabalhadores prosperarem. Que as oportunidades de emprego cheguem a todos, sem exceção. Precisamos de um país mais justo e igualitário”, conclui o republicano.

Texto: Ascom – deputado federal Roberto Alves
Foto: Douglas Gomes / Ascom – Liderança do PRB

 

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

REPORTAR ERRO

Informar erro

COMPARTILHE

FALE CONOSCO

O PRB está de portas abertas para ouvir você

Sugestões, críticas, dúvidas e elogios

faleconosco@prb10.org.br

FALE COM O PARLAMENTAR

Nesta semana, envie sua mensagem para a deputada federal Tia Eron

dep.tiaeron@camara.leg.br
(61) 3215-5618

QUEM É QUEM

Conheça as lideranças do Partido Republicano Brasileiro

CONFIRA

EU REPÓRTER

Deseja indicar uma matéria para sair aqui no Portal PRB?

pautas@prb10.org.br

RECEBA NO SEU E-MAIL

Enviamos para seu email os destaque da semana.
Faça parte do Boletim 10!

Respeitamos seu email. Não gostamos de SPAM.

Você foi inscrito com sucesso!

Pin It on Pinterest