De Detroit a São Paulo

Marcos-Pereira-16-editada

Líder republicano alerta para a possibilidade das pessoas começarem a abandonar São Paulo caso a crise da água se agrave

 

Detroit, nos Estados Unidos, foi uma das cidades mais ricas e importantes do mundo na década de 50, considerada a Capital do Automóvel, mas viu seu poder ruir depois que a indústria reduziu sua produção diante da concorrência, principalmente com as montadoras do Japão.

Dos quase 1,8 milhão de habitantes alcançados durante o período de glória, Detroit tem hoje cerca de 700 mil. Estima-se que haja 78 mil imóveis vagos e ao menos 13 mil residências ficam vagas todos os anos. Bairros inteiros estão abandonados. A dívida da prefeitura passa dos US$ 18 bilhões.

Empresas foram embora e levaram os empregos. A taxa de criminalidade é a maior em 40 anos e 40% dos postes de iluminação estão quebrados. Com essa fuga em massa, a arrecadação de IPTU também caiu, agravando ainda mais a qualidade dos serviços públicos, que é péssima.

A Grande São Paulo e parte do interior vivem uma crise hídrica sem precedentes na história. O governador Geraldo Alckmin reconheceu semana passada que já há racionamento de água. A Companhia de Saneamento Básico de São Paulo (Sabesp) divulgou uma lista das cidades e dos bairros atingidos.

O Sistema Cantareira deve secar até março, disse o presidente da Sabesp, Jerson Kelman. À imprensa, ele afirma que “é preciso estar preparado para o pior”. O pior, entendo, é não ter água nas torneiras de boa parte dos 20 milhões de habitantes da Grande São Paulo.

Há uma forte campanha de conscientização para a economia de água, com multas pesadas para quem gastar além da média dos últimos meses. Há também a torcida para que chova forte nos reservatórios, além de outras medidas já anunciadas pelo governo.

O problema de Detroit é a falta de emprego. Aqui é a falta d’água. É até possível viver sem emprego, mas não há futuro para a sobrevivência humana sem água. Poderemos ver em breve fugas em massa e bairros inteiros abandonados caso a previsão de Kelman se concretize.

As empresas também começarão a deixar São Paulo levando consigo seus empregos e os impostos. O colapso pode ser ainda mais devastador para diversas cidades do estado mais importante do país. Algo inimaginável até então.

Detroit luta para se reerguer e pagar a dívida bilionária. Há um grande esforço empregado para a reocupação da cidade. Essa batalha não é nova. Mas até agora não houve sucesso. É bem provável que a glória do passado permaneça por lá, apenas no saudosismo.

Se São Paulo ruir como Detroit, então estaremos diante da maior catástrofe já vista no Brasil. Não é o anúncio do Apocalipse, é apenas a constatação de que vamos pagar pela nossa própria ineficiência em gerir os recursos naturais, essenciais para a existência da vida.

Diante de tudo isso, toda medida para evitar esse mal maior precisa ser tomada. Deve haver um esforço conjunto entre a União, o Estado e os municípios para garantir que o problema seja resolvido. Não podemos admitir que São Paulo tenha esse triste destino.

 

Marcos Pereira

Presidente Nacional do PRB

*Artigo publicado no Diário da Região – Rio Preto (SP)

 

Site: www.marcospereira.com

Twitter: twitter.com/marcospereira04

Instagram: http://instagram.com/marcospereira1010

Facebook: www.facebook.com/marcospereira1010

Blog: http://noticias.r7.com/blogs/marcos-pereira/

Youtube: http://www.youtube.com/user/MARCOSPEREIRAPRB10

REPORTAR ERRO

Informar erro

COMPARTILHE

FALE CONOSCO

O PRB está de portas abertas para ouvir você

Sugestões, críticas, dúvidas e elogios

faleconosco@prb10.org.br

FALE COM O PARLAMENTAR

Nesta semana, envie sua mensagem para a deputada federal Tia Eron

dep.tiaeron@camara.leg.br
(61) 3215-5618

QUEM É QUEM

Conheça as lideranças do Partido Republicano Brasileiro

CONFIRA

EU REPÓRTER

Deseja indicar uma matéria para sair aqui no Portal PRB?

pautas@prb10.org.br

RECEBA NO SEU EMAIL

Enviamos para seu email os destaque da semana.
Faça parte do Boletim 10!

Respeitamos seu email. Não gostamos de SPAM.

Você foi inscrito com sucesso!

Pin It on Pinterest