Piscicultor já pode criar tambaqui na bacia do Tocantins

 

O ministro da Pesca e Aquicultura, Marcelo Crivella (PRB), anunciou, em dezembro de 2012, que piscicultores do Estado do Tocantins poderão criar a espécie tambaqui em tanques-rede nos reservatórios ao longo do rio Tocantins. A autorização foi divulgada no Diário Oficial da União contendo a instrução normativa do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

“A espécie tem grande potencial para os mercados brasileiro e internacional e poderá ser criada em parques aquícolas de grandes reservatórios públicos, como Tucuruí (PA), Lajeado (TO), Serra da Mesa (GO) e Cana Brava (GO)”, explicou o ministro à época. De acordo com Crivella, a liberação era uma antiga reivindicação do setor e das bancadas de deputados e senadores dos Estados citados. “Desde que assumi o Ministério recebo este pleito. A partir de agora daremos uma nova dimensão à aquicultura em Tocantins e em outros Estados”, comemorou.

Ainda, o ministro Crivella confirma que a liberação do cultivo do tambaqui na bacia do Tocantins coincide com o lançamento do Plano Safra da Pesca e Aquicultura. Este plano destina R$ 4,1 bilhões em crédito e investimentos para o setor pesqueiro, a juros reduzidos e maiores prazos de carência.

Segundo parecer técnico do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE), apenas as hidrelétricas de Lajeado e Tucuruí têm potencial para produzir 467 mil toneladas de pescado por ano em tanques-rede (gaiolas), volume que aumenta em mais de 100% o atual cultivo de peixes no País. Por suas características favoráveis, o tambaqui já se tornou a espécie nativa mais criada em cativeiro.

Para a presidente do Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), Miyuki Hyashida, esta é uma data histórica para a piscicultura no Tocantins, pois o tambaqui é considerado o carro-chefe do mercado brasileiro. “Hoje são produzidos no Estado cerca de 300 toneladas/mês de tambaqui, que são comercializados nas grandes redes de supermercados em todo País. Além disso, a espécie tem ganhado atenção especial e será uma referência nas pesquisas que tratam sobre melhoramento genético de peixes”, analisa.

Dados da Diretoria de Aquicultura e Pesca do Ruraltins apontam que em Tocantins cerca de mil produtores criam, entre outras espécies, o tambaqui, peixe amazônico de grande demanda em todo Brasil. Atualmente, no Estado, existem 180 mil hectares de barragens em lagos federais disponíveis para a produção de peixes em tanques-rede e no mínimo 25 mil hectares de áreas com boas condições para a construção de viveiros e açudes. Já nos lagos estaduais, há potencial para produzir 40 mil toneladas de pescado em açudes e 75 mil toneladas em viveiros.

Edição Jamile Reis

Fonte e foto: Ascom MPA

*O seu material também pode ser publicado no Portal PRB. Você pode enviar fotos, textos, áudios ou vídeos para o emailpautas@prb10.org.br

 

TAGS:
REPORTAR ERRO

Informar erro

COMPARTILHE

FALE CONOSCO

O PRB está de portas abertas para ouvir você

Sugestões, críticas, dúvidas e elogios

faleconosco@prb10.org.br

FALE COM O PARLAMENTAR

Nesta semana, envie sua mensagem para a deputada federal Tia Eron

dep.tiaeron@camara.leg.br
(61) 3215-5618

QUEM É QUEM

Conheça as lideranças do Partido Republicano Brasileiro

CONFIRA

EU REPÓRTER

Deseja indicar uma matéria para sair aqui no Portal PRB?

pautas@prb10.org.br

RECEBA NO SEU E-MAIL

Enviamos para seu email os destaque da semana.
Faça parte do Boletim 10!

Respeitamos seu email. Não gostamos de SPAM.

Você foi inscrito com sucesso!

Pin It on Pinterest