Inter deve ser multado por falta de acessibilidade no Beira-Rio

Vereadora Séfora Mota PRB-RS

Vereadora Séfora Mota PRB-RS

 

Porto Alegre (RS) – Durante o encontro, organizado pela vereadora Séfora Mota (PRB-RS), presidente da Frente Parlamentar em Defesa das Pessoas com Deficiência, o Ministério Público Estadual, na figura do promotor José Francisco Seabra, da Promotoria do Torcedor, confirmou o descumprimento do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado entre o MP e o Sport Club Internacional para que o estádio fosse adaptado. “Devemos ainda hoje, junto com o Ministério Público Federal, entrar com uma Ação de Execução contra o clube estipulando multas pelo descumprimento do TAC. Será uma multa diária, desde a data limite, que foi cinco de abril, e outra multa para cada jogo da Copa do Mundo que acontecer no estádio sem as adequações”, disse o promotor.

A reunião promovida pela Frente em Defesa das Pessoas com Deficiência, na Câmara de Vereadores de Porto Alegre, aconteceu na manhã desta segunda-feira (28/04) e reuniu diversos órgãos em defesa das pessoas com deficiência, sociedade civil, ministério público, Inter e poder legislativo para tratar da falta de acessibilidade no estádio Beira-Rio e durante a Copa do Mundo.

Para a vereadora Séfora Mota, existe um desrespeito de maneira geral com as pessoas com deficiência e a reunião promovida pela Frente serviu para unir todos os poderes para que, pelo menos durante a Copa, esse desrespeito seja menor. “A luta continua, mas esse encontro foi muito importante para que possamos nos unir e continuar cobrando. Agradeço a presença de todos e sei que temos muito a fazer. A acessibilidade é de todos. Ninguém está livre de amanhã ou depois ser uma pessoa com deficiência”, argumentou.

Participaram do encontro a Secretaria Municipal de Acessibilidade, a Secretaria Municipal de Saúde, os conselhos municipal, estadual e nacional de defesa das pessoas com deficiência, a Infraero, o Internacional, o Ministério Público Estadual, Faders, o Paradesporto RS e sociedade civil.

Um dos depoimentos que mais emocionou os participantes foi do cadeirante Pablo André Flores. Ele foi o colorado e sócio do clube que fez uma representação no Ministério Público e exigiu o cumprimento das leis no estádio. “A falta de acessibilidade na Copa é um retrato do que as pessoas com deficiência sofrem em outros locais, como hospitais, prédios públicos e privados, postos de saúde e muitos outros. Eu quero entender porque o estádio foi reformado e as leis não foram cumpridas. Isso é uma grande discriminação com as pessoas com deficiência”, disse Pablo, que é professor e está há doze anos numa cadeira de rodas.

 

 

Texto: Tiago Dimer

Fotos: Camila Cardoso

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no novo portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o email: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

 

TAGS:
REPORTAR ERRO

Informar erro

COMPARTILHE

FALE CONOSCO

O PRB está de portas abertas para ouvir você

Sugestões, críticas, dúvidas e elogios

faleconosco@prb10.org.br

FALE COM O PARLAMENTAR

Nesta semana, envie sua mensagem para a deputada federal Tia Eron

dep.tiaeron@camara.leg.br
(61) 3215-5618

QUEM É QUEM

Conheça as lideranças do Partido Republicano Brasileiro

CONFIRA

EU REPÓRTER

Deseja indicar uma matéria para sair aqui no Portal PRB?

pautas@prb10.org.br

RECEBA NO SEU EMAIL

Enviamos para seu email os destaque da semana.
Faça parte do Boletim 10!

Respeitamos seu email. Não gostamos de SPAM.

Você foi inscrito com sucesso!

Pin It on Pinterest