Em Itajaí, fracassa tentativa de calar a vereadora Anna Carolina na Câmara Municipal

Em Itajaí, fracassa tentativa de calar a vereadora Anna Carolina na Câmara Municipal

Anna Carolina era acusa de quebra de decoro por denúncias feitas por ela de irregularidades na Secretaria de Desenvolvimento Regional de Itajaí.

 

Itajaí (SC) – A Comissão de Ética da Câmara de Municipal de Itajaí arquivou a acusação contra Anna Carolina Martins (PRB-SC) por quebra de decoro parlamentar. A representação foi feita pelo PMDB no final do ano passado, depois que Anna apresentou denúncias de que a Secretaria de Desenvolvimento Regional de Itajaí liberou o pagamento de obras pela metade e sem as devidas medições finais em duas escolas públicas da região.

A fala de Anna foi feita durante o uso da tribuna na sessão do dia 13 de novembro, mesma data que as denúncias foram encaminhadas ao Ministério Público e ao Tribunal de Contas do Estado de Santa Catarina.

O parecer da Comissão de Ética diz que o procedimento de Anna é incompatível com a quebra de decoro. Isso porque tanto a Lei Orgânica quanto a Constituição Federal, preveem inviolabilidade dos vereadores por suas opiniões, palavras e votos no exercício do mandato e na circunscrição do Município.

O texto diz, ainda, que é evidente a falta de justa causa para dar prosseguimento à representação movida contra a parlamentar. Por isso, a Comissão de Ética, que é formada por sete vereadores, decidiu arquivar a denúncia contra Anna Carolina. “Era só o que faltava o vereador que denunciar falcatrua ser penalizado por isso. A denúncia para a Comissão de Ética foi uma manobra política para desviar o foco dos escândalos que trouxemos à tona”, afirma a parlamentar do PRB.

Já as denúncias feitas por Anna seguem sendo investigadas tanto pelo TCE quanto pelo MP. No dia 11 de junho, o TCE deu o prazo de 30 dias para que Eliane Rebello e o fiscal responsável pelas medições das obras, Alex Pressi, prestassem esclarecimentos sobre os indícios de irregularidade na liberação do pagamento de duas reformas de colégios públicos de Penha e Bombinhas.

Entenda as denúncias investigadas pelo MP e TCE

Mesmo depois de ter recebido um ofício da controladoria interna da SDR recomendando a suspensão de qualquer pagamento, porque os serviços contratados não haviam sido feitos, a secretária municipal,  Eliane Rebello, autorizou o repasse de R$ 78 mil à empresa M.A.V. dos Prazeres, responsável por fazer a obra na escola Edith Prates Gonçalves, em Penha. Curiosamente, a empreiteira contratada em caráter emergencial e, portanto, sem licitação, pertence à esposa e à filha de Beto Prazeres, ex-suplente de vereador pelo PMDB, partido que Eliane é presidente.

Texto: Ascom / vereadora Anna Carolina
Edição: Agência PRB Nacional de Notícias

 

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

REPORTAR ERRO

Informar erro

COMPARTILHE

FALE CONOSCO

O PRB está de portas abertas para ouvir você

Sugestões, críticas, dúvidas e elogios

faleconosco@prb10.org.br

FALE COM O PARLAMENTAR

Nesta semana, envie sua mensagem para o prefeito de Caxias do Sul (RS) Daniel Guerra

Entre em contato
(54) 3218.6000

QUEM É QUEM

Conheça as lideranças do Partido Republicano Brasileiro

CONFIRA

EU REPÓRTER

Deseja indicar uma matéria para sair aqui no Portal PRB?

pautas@prb10.org.br

RECEBA NO SEU E-MAIL

Enviamos para seu email os destaque da semana.
Faça parte do Boletim 10!

Respeitamos seu email. Não gostamos de SPAM.

Você foi inscrito com sucesso!

Pin It on Pinterest