Audiência Pública debate portaria do MS que restringe o acesso de mulheres à mamografia

Audiência Pública debate portaria do MS que restringe o acesso de mulheres à mamografia

Audiência pública “Mamografia aos 40 anos: um direito de toda mulher brasileira”, foi realizada pela Comissão Permanente de Defesa da Mulher da Câmara Municipal do Rio de Janeiro.

 

Rio de Janeiro (RJ) – A Comissão Permanente de Defesa da Mulher da Câmara Municipal do Rio de Janeiro promoveu a audiência pública ‘Mamografia aos 40 anos: um direito de toda a mulher brasileira’ para debater a portaria do Governo Federal nº 1253/2013, que restringe a mamografia para mulheres na faixa etária de 50 a 69 anos.

A presidente do colegiado, vereadora Tânia Bastos (PRB-RJ), destacou a importância da conscientização sobre a prevenção da doença. “Queremos mobilizar o Poder Público, a sociedade civil e a classe médica no assunto. A informação é fundamental na prevenção de qualquer doença e, especialmente, no câncer de mama. Tenho certeza que sairemos daqui com propostas concretas para melhorar a saúde das cariocas”, disse a vereadora Tânia Bastos.

Segundo o presidente da Sociedade Brasileira de Mastologia, Dr. Ruffo de Freitas Junior, 57 mil casos de câncer de mama surgem por ano. “Deste total 14 mil mulheres estão na faixa etária entre 40 e 49 anos e que deixarão de realizar o único exame que pode reduzir o índice de câncer de mama”, disse.

audiencia-pulica-debate-portaria-do-ministerio-da-saude-que-restringe-o-acesso-de-mulheres-a-mamografia-no-rio-de-janeiro-tania-bastos-prb-foto-ascomtaniabastos-01-10-2014-01

O secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, anunciou que a Prefeitura do Rio de Janeiro estará promovendo uma série de atividades visando à prevenção ao câncer, em comemoração movimento Outubro Rosa. De acordo com o secretário, os Centros de Saúde e Clínicas da Família estarão abertos das 8h às 17h para atender as mulheres. A meta é que mais de 200 mil exames sejam realizados em apenas um dia. “Avançamos na questão da atenção primária. Em 2009, uma paciente levava 180 dias para fazer um exame. Hoje, a média é de 20 dias”, destacou.

Daniel Soranz afirmou, ainda, que vai editar uma resolução para que a rede privada de saúde inclua seus dados no SisMama e SisÚtero. “Nosso objetivo é aumentar o acesso à mamografia em 60 unidades até 2016 e transformar o Rio de Janeiro em cidade referência na prevenção ao câncer”, concluiu.

O encontro contou com a presença do secretário municipal de saúde, Daniel Soranz, do presidente da Sociedade Brasileira de Mastologia, Dr. Ruffo de Freitas Junior, de Solange Malfacini, que representou o Subsecretário Geral da Secretaria Municipal de Saúde, Dr.José Carlos Prado Junior, da Dra. Therezinha Sanfim Cardoso, técnica da diretoria de gestão hospitalar do Ministério da Saúde, e do representante do Instituto Nacional do Câncer, Dr. Ronaldo Corrêa.

 

Texto e foto: Ascom – vereadora Tânia Bastos

 

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no novo portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

REPORTAR ERRO

Informar erro

COMPARTILHE

FALE CONOSCO

O PRB está de portas abertas para ouvir você

Sugestões, críticas, dúvidas e elogios

faleconosco@prb10.org.br

FALE COM O PARLAMENTAR

Nesta semana, envie sua mensagem para a deputada federal Tia Eron

dep.tiaeron@camara.leg.br
(61) 3215-5618

QUEM É QUEM

Conheça as lideranças do Partido Republicano Brasileiro

CONFIRA

EU REPÓRTER

Deseja indicar uma matéria para sair aqui no Portal PRB?

pautas@prb10.org.br

RECEBA NO SEU E-MAIL

Enviamos para seu email os destaque da semana.
Faça parte do Boletim 10!

Respeitamos seu email. Não gostamos de SPAM.

Você foi inscrito com sucesso!

Pin It on Pinterest