PRB Mulher Acre realiza debate sobre políticas públicas voltadas para a saúde fértil da mulher

prb-mulher-acre-debate-maternidade-foto-ascom-28-05-19-01

Com o tema “Toda mulher tem o direito de ser mãe”, evento reuniu autoridades e especialistas em saúde da mulher.

 

 

Rio Branco (AC) – O PRB Mulher Acre promoveu na última quinta-feira (24) o debate “Toda mulher tem o direito de ser mãe”, no auditório da Biblioteca da Floresta, em Rio Branco. O evento foi motivado após a jornalista Kamila Costa evidenciar nas redes sociais sua “saga” em busca de atendimento nas unidades de saúde do Estado, após perder seu bebê em decorrência de complicações na gestação.

“Sou casada há oito anos e sempre desejamos ser pais. Mas, descobri que adquiri algumas doenças e não poderia ter filhos, caso não realizasse um tratamento. Para agravar a situação, quando perdi o meu bebê, durante a curetagem os médicos provocaram danos ao meu útero. Busquei tratamento no Sistema Único de Saúde e nas empresas de plano de saúde. No entanto, a resposta sempre foi negativa, mas não desistirei e quero que outras mulheres também tenham o seu direito garantido”, relatou Kamila Costa.

O evento foi conduzido pela presidente estadual do PRB Mulher, Regilene Mesquita, que criticou o desrespeito contra a mulher no sistema público de saúde e dos planos particulares em relação ao processo de atendimento das gestantes até a retirada do feto. “Sou mãe e quero que outras mulheres também tenham esse direito. Vamos propor vários projetos à Assembleia Legislativa do Acre e para as câmaras municipais para que os direitos da mulher sejam, de fato, efetivados”, disse.

O debate também contou com a participação do vereador republicano, Manuel Marcos, que destacou a importância da mulher buscar seus direitos no que concerne a saúde. “Parabenizo a atuação do PRB Mulher por realizar eventos como esse para debater temas tão importantes. Como parlamentar, irei lutar para que as mulheres de Rio Branco tenham seus direitos assegurados e unirei forças com a deputada estadual Dra. Juliana e deputado federal Alan Rick”, disse.

Doutora Juliana, deputada estadual, destacou a importância do debate. “Este é o primeiro de um grande passo. Se ninguém iniciar um debate, as coisas ficam difíceis de acontecer. Na Assembleia Legislativa do Acre, levantarei essa bandeira para que muitas outras mulheres tenham conhecimento de um tema tão relevante, que norteia sobre as políticas públicas voltadas à saúde fértil da mulher”, afirmou.

A especialista em ginecologia e obstetrícia, Thays Vilela, esclareceu dúvidas de quem estava presente e elencou pontos fundamentais quer causam a infertilidade feminina. “Muitos são os fatores que influenciam a dificuldade de engravidar, a exemplo do fumar, doenças como a Síndrome dos Ovários Policísticos, que atinge de 6% a 10% da população feminina em idade reprodutiva, e a endometriose, que atinge uma média de mais de 10% das mulheres brasileiras”, relatou.

 

Texto e foto: Juliana Queiroz / Ascom – PRB Acre

 

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

REPORTAR ERRO

Informar erro

COMPARTILHE

FALE CONOSCO

O PRB está de portas abertas para ouvir você

Sugestões, críticas, dúvidas e elogios

faleconosco@prb10.org.br

FALE COM O PARLAMENTAR

Nesta semana, envie sua mensagem para a deputada federal Tia Eron

dep.tiaeron@camara.leg.br
(61) 3215-5618

QUEM É QUEM

Conheça as lideranças do Partido Republicano Brasileiro

CONFIRA

EU REPÓRTER

Deseja indicar uma matéria para sair aqui no Portal PRB?

pautas@prb10.org.br

RECEBA NO SEU E-MAIL

Enviamos para seu email os destaque da semana.
Faça parte do Boletim 10!

Respeitamos seu email. Não gostamos de SPAM.

Você foi inscrito com sucesso!

Pin It on Pinterest