Pereira participa de reunião com presidentes no TSE

 FOTO- Douglas Gomes-17

 

Brasília (DF) – A presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Cármen Lúcia, recebeu nesta quarta-feira, 10, os representantes de 25 partidos políticos, entre eles o presidente nacional do Partido Republicano Brasileiro (PRB), Marcos Pereira. Na pauta, resoluções que vão orientar o processo eleitoral de 2014. Também participou do encontro o ministro Dias Toffoli, que atuará como relator das resoluções.

A novidade é que dessa vez foi marcada pela Presidência do TSE, uma reunião prévia para ouvir as preocupações dos partidos, o que antes ocorria apenas em ano anterior à eleição em audiências públicas organizadas pelo relator. “É algo inédito de fato e acho que é uma iniciativa positiva porque evita-se discussões maiores, problemas maiores, haja vista que os partidos estão na outra ponta, por onde realmente as pessoas podem se candidatarem e se elegerem”, comentou Pereira.

A presidente do TSE informou que, a partir de agora, está iniciado o processo de oferecer ideias, sugestões e propostas para as resoluções. Essas sugestões deverão ser encaminhadas ao ministro Dias Toffoli. “O PRB também fará os seus encaminhamentos tão logo as reuniões sejam marcadas”, adiantou Marcos Pereira.

Redefinição das cadeiras na Câmara

FOTO- Douglas Gomes-25No dia anterior, o TSE aprovou a redefinição do número de deputados federais de treze estados para as eleições de 2014, com base no novo cálculo feito pelo Censo de 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE).

Sobre a matéria, Marcos Pereira disse que precisaria avaliar o processo para dar um posicionamento jurídico, mas antecipou que a decisão do TSE só levou em conta “o que o IBGE apontou com relação à população dos estados”.

Na opinião do líder do PRB na Câmara dos Deputados, deputado George Hilton (MG), os estados que perderam cadeiras devem entrar com alguma representação contra essa decisão. “Acredito que essa discussão vai parar no STF”, comentou Hilton ao destacar ainda que essa situação só reforça a “necessidade de que a reforma política precisa ser votada o mais rápido possível, já que “uma reforma política fatiada, com pontos que não engrandece e não fortalece o processo eleitoral, o PRB não pode apoiar. O PRB quer uma ampla reforma política”.

Por Helen Assumpção
Foto: Douglas Gomes

*O seu material também pode ser publicado no Portal PRB. Você pode enviar fotos, textos, áudios ou vídeos para o email pautas@prb10.org.br

REPORTAR ERRO

Informar erro

COMPARTILHE

FALE CONOSCO

O PRB está de portas abertas para ouvir você

Sugestões, críticas, dúvidas e elogios

faleconosco@prb10.org.br

FALE COM O PARLAMENTAR

Nesta semana, envie sua mensagem para a deputada federal Tia Eron

dep.tiaeron@camara.leg.br
(61) 3215-5618

QUEM É QUEM

Conheça as lideranças do Partido Republicano Brasileiro

CONFIRA

EU REPÓRTER

Deseja indicar uma matéria para sair aqui no Portal PRB?

pautas@prb10.org.br

RECEBA NO SEU E-MAIL

Enviamos para seu email os destaque da semana.
Faça parte do Boletim 10!

Respeitamos seu email. Não gostamos de SPAM.

Você foi inscrito com sucesso!

Pin It on Pinterest