Líder presta homenagem às mulheres na Câmara

8_03_13_destaque02_mg_george_hilton_homenageia_as_mulheres001.jpg

 

Em discurso proferido em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, o líder do PRB na Câmara, deputado federal George Hilton (MG), lembrou as inúmeras conquistas já realizadas pela população feminina, mas advertiu que ainda falta muito para acabar contra o preconceito, a violência e a discriminação que atingem as mulheres de todo o Brasil. Na luta por essa plena equiparação, Hilton foi enfático: “Com mais mulheres no poder e na política teremos um país mais justo”.

Hilton lembrou que, ao ser criado o Dia Internacional da Mulher, não se pretendia apenas comemorar, mas mostrar que o movimento de mulheres construiu, ao longo de sua existência, importantes mudanças históricas e culturais em comparação com a situação das mulheres ainda na primeira metade do século XX. “Observou-se uma transformação quase que revolucionária”, avalia.

O parlamentar frisou que na história do Brasil, várias gerações de Mulheres que lutaram e participaram de diversos movimentos, entre eles a abolição da escravatura; a criação da República; melhores condições de vida, de trabalho e moradia; fim dos regimes autoritários e de exceção; reformas agrária e urbana; e o direito ao voto, a educação, ao trabalho remunerado, além da proteção do idoso. “Destaco em especial o trabalho realizado pela Sra. Edusa Pereira, uma pernambucana de 80 anos, pioneira no direito dos idosos, contribuindo sobremaneira da elaboração do Estatuto do para esse segmento”.

Hilton citou ainda outras duas mulheres como à frente dos seus tempos: “Celina Guimarães Viana, pioneira do voto feminino no Brasil, sendo a primeira eleitora a desafiar os costumes de uma época com o aval da justiça de Mossoró, Rio Grande do Norte; e Bertha Lutz, bióloga paulista que teve liderança feminista expressiva na campanha pelo voto das mulheres.

Ao avaliar os dados mais atuais do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), comprovando que as mulheres se tornaram a maioria do eleitorado, 52% contra 48% dos homens, Hilton reafirmou a relevância desses avanços, mas lamentou que a participação ainda seja pequena. “É preciso se pensar que mesmo com todas essas mudanças no papel da mulher, ainda há diferença na divisão do trabalho, na política, com remuneração desigual por trabalho igual ou equivalente e desvantagens na carreira profissional e na vida privada. Em termos mundiais a diferença da renda média das mulheres chega a 30%”.

Outro ponto relevante apontado pelo líder republicano é o referente a à violência doméstica. “Ainda é um desafio a ser superado, pois ainda deparamos com esta prática em todos as classes sociais, embora a “Lei Maria da Penha” signifique um avanço na luta pela defesa da integridade da mulher brasileira”.

Por último, Hilton propôs a todos os parlamentares um desafio. Lutar pelo aumento da presença feminina na política, “pois dentro de sua pluralidade de atuação as mulheres agregam seu olhar na elaboração de matérias e planos de governo voltados à população e em especial às mulheres em toda sua diversidade”.

O deputado também reconheceu a importância do PRB nesse processo. “O Partido Republicano Brasileiro, do qual sou Líder, tem trabalhado para o crescimento da participação feminina na política, agregando em seus quadros e à sua equipe a força da mulher. Aqui destacamos o papel da Presidente Nacional do PRB Mulher, a Deputada Estadual Rosângela Gomes, do PRB/RJ, da Deputada Estadual Ana Paula Cruz, do estado do Ceará, das 132 vereadoras e das 10 Prefeitas que representam de forma admirável a força política e cidadã da mulher no PRB”.

Hilton finalizou com um voto de confiança no futuro e de reconhecimento à representatividade do atual Congresso. O Parlamento brasileiro orgulha o Brasil com a sua presença feminina. Mulheres públicas aguerridas, presentes e realizadoras a quem rendo o meu respeito e agradecimentos por me possibilitar este convívio de constante aprendizado. Muito foi conquistado, mas muito ainda há para ser modificado nesta história. E a história um dia registrará o maior avanço que será o reconhecimento ao ser humano e não ao gênero, quando homens e mulheres estiverem colocados em pé de igualdade. E aí as gerações futuras olharam para trás e agradecerão a todas vocês parlamentares brasileiras pela luta ferrenha pelo fim da violência contra a mulher, por melhores condições de vida para a criação dos filhos, por salário igual. Um dia não muito longe teremos um Brasil livre de crimes bárbaros como o praticado contra Elisa Samudio e tantas outras por esse Brasil afora”.

Por Paulo Gusmão

Foto s: Douglas Gomes

 

 

REPORTAR ERRO

Informar erro

COMPARTILHE

FALE CONOSCO

O PRB está de portas abertas para ouvir você

Sugestões, críticas, dúvidas e elogios

faleconosco@prb10.org.br

FALE COM O PARLAMENTAR

Nesta semana, envie sua mensagem para a deputada federal Tia Eron

dep.tiaeron@camara.leg.br
(61) 3215-5618

QUEM É QUEM

Conheça as lideranças do Partido Republicano Brasileiro

CONFIRA

EU REPÓRTER

Deseja indicar uma matéria para sair aqui no Portal PRB?

pautas@prb10.org.br

RECEBA NO SEU E-MAIL

Enviamos para seu email os destaque da semana.
Faça parte do Boletim 10!

Respeitamos seu email. Não gostamos de SPAM.

Você foi inscrito com sucesso!

Pin It on Pinterest