Envelhecimento saudável da população é debate na Câmara

28_02_13_destaque03_rj_vitor_paulo_debate_envelhecimento_saudavel_camara001.jpg

Brasília (DF) – A Frente Parlamentar em Apoio ao Idoso promoveu na tarde de ontem (27) o seminário “Ações no Campo do Cuidado em Saúde do Idoso com Ênfase na Alimentação Saudável” para debater a adoção de políticas públicas que incentivem a alimentação saudável das pessoas com mais de 60 anos.

O coordenador da Frente, deputado federal Vitor Paulo, do PRB Fluminense, alertou que o aumento expressivo do número de idosos torna a saúde deste segmento um importante foco de atenção para o Poder Público e as organizações da sociedade civil. Ele lembrou que à medida que a pessoa envelhece, maiores são as chances de desenvolver uma doença crônica.

“Temos, sim, o dever de exercer decisiva influência na elaboração das políticas públicas em benefício dos idosos, de modo a promover os indicadores de nutrição, saúde e qualidade de vida, com base em medidas e ações especificamente voltadas para o atendimento dessa parte expressiva da população brasileira”, avaliou Vitor Paulo.

A professora Christina Pedra, presidente da Associação Comunidade Sustentável, destacou a necessidade da promoção de campanhas de segurança alimentar, como forma de conscientizar a sociedade e contribuir para a prevenção de doenças crônicas. “Uma das principais propostas da associação é conscientizar as pessoas sobre a mudança dos hábitos alimentares, pois a prevenção única forma de se evitar doenças na velhice”, acrescentou.

A deputada federal Flávia Morais, presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Idoso, ressaltou que o idoso exerce papel fundamental na orientação da família sobre a importância de uma alimentação saudável. “A pessoa idosa deve ser um multiplicador da boa alimentação para a juventude de hoje”, disse.

A coordenadora da área técnica de Saúde da Pessoa Idosa do Ministério da Saúde, Cristina Hoffmann, afirmou que o principal desafio desse setor é permitir o envelhecimento saudável dos brasileiros. De acordo com Hoffmann, 60% dos idosos apresentam pelo menos uma doença desse tipo. O principal problema é a hipertensão, que atinge 53% deles. Em seguida, vêm artrite, doenças cardíacas, diabetes e depressão.

A coordenadora sustentou que promover o envelhecimento com saúde depende da adoção de um “modelo de atenção integral e que integre as diferentes políticas públicas”. E um dos principais aspectos da prevenção, apontou, diz respeito à alimentação.

Alimentação

28_02_13_destaque03_rj_vitor_paulo_debate_envelhecimento_saudavel_camara002.jpgA consultora técnica da Coordenação Geral de Alimentação e Nutrição, também do Ministério da Saúde, Ana Carolina Feldenheimer, destacou especificidades do idoso quanto se trata da alimentação. Ela lembrou que, além de incentivar que essa população consuma alimentos saudáveis, a família deve observar aspectos como perda de apetite, que pode ser causada por depressão e outras doenças ou até pela dificuldade de mastigar.

Com o envelhecimento, conforme destacou Ana Carolina, o indivíduo também pode perder parte do paladar. “Por isso, ele pode optar por alimentos industrializados, como salgadinhos, porque têm mais sabor. A família, então, tem de ficar atenta e melhorar o tempero da comida feita em casa, por exemplo”, observou.

Resgate cultural

Os mais velhos também podem ajudar as novas gerações a adotar uma alimentação mais saudável, destacou a consultora do ministério. Ela ressaltou que, nos últimos anos, a população brasileira está trocando seus hábitos tradicionais, baseados em comida caseira, por alimentos prontos. Com isso, cresceram o sobrepeso e a obesidade. “Os avós têm a missão cultural de ajudar os mais jovens a comer melhor, de resgatar essa comida saudável e gostosa”, disse.

Por Laize Andrade

Com informações da Agência Câmara

Fotos: Douglas Gomes

*O seu material também pode ser publicado no Portal PRB. Você pode enviar fotos, textos, áudios ou vídeos para o emailpautas@prb10.org.br

TAGS:
REPORTAR ERRO

Informar erro

COMPARTILHE

FALE CONOSCO

O PRB está de portas abertas para ouvir você

Sugestões, críticas, dúvidas e elogios

faleconosco@prb10.org.br

FALE COM O PARLAMENTAR

Nesta semana, envie sua mensagem para a deputada federal Tia Eron

dep.tiaeron@camara.leg.br
(61) 3215-5618

QUEM É QUEM

Conheça as lideranças do Partido Republicano Brasileiro

CONFIRA

EU REPÓRTER

Deseja indicar uma matéria para sair aqui no Portal PRB?

pautas@prb10.org.br

RECEBA NO SEU EMAIL

Enviamos para seu email os destaque da semana.
Faça parte do Boletim 10!

Respeitamos seu email. Não gostamos de SPAM.

Você foi inscrito com sucesso!

Pin It on Pinterest