Crivella anuncia que produção aquícola nacional bate recorde em 2013 e supera a pesca extrativa

06_12_13_destaque04_rj_crivella_anuncia_RECORDE_aquicola_producao_2013_001

Brasília (DF) – No lançamento do Plano Nacional de Combate à Pesca Ilegal, nesta quarta feira, em Brasília, o ministro Marcelo Crivella (PRB-RJ) anunciou que este ano a produção nacional de pescado deve se aproximar dos dois milhões de toneladas – o que só estava programado para 2014, na etapa final do Plano da Safra da Pesca e Aquicultura.

“A aquicultura brasileira deverá produzir, pela primeira vez na história, em 2013, mais pescado do que a pesca extrativa”, ressaltou o ministro. Serão ao todo produzidas 944 mil toneladas  – 33% a mais do que no ano anterior.  Um salto de proporções semelhantes ocorreu entre 2010 e 2011, quando a aquicultura nacional cresceu 31%.

A produção ocorre em tanques rede (gaiolas) em reservatórios e no litoral ou em viveiros escavados em propriedades rurais.  Os principais peixes criados são a tilápia, o tambaqui e a carpa. No litoral também são criados frutos do mar, como mexilhões e ostras.

Aumento expressivo

Atualmente o Brasil conta com 16 mil aquicultores incluídos no Registro Geral de Pesca do MPA, 1.000% a mais do que há apenas cinco anos. A demanda por ração tem aumentado fortemente nos últimos anos, bem como a procura por alevinos – os filhotes de peixe. A aquicultura estimula a agricultura nacional, com a produção de soja e milho para a ração.

Segundo o ministro, os próximos levantamentos da aquicultura serão realizados pelo IBGE, em sua Pesquisa Pecuária Municipal (PPM).

Plano Safra

O ministro lembrou que já foram contratados mais de R$ 500 milhões pelo Plano Safra. O Governo Federal acredita que este volume de financiamento, em condições favoráveis ao produtor, deve aumentar muito no próximo ano.

Outro ponto abordado por Crivella foi o recadastramento dos pescadores profissionais brasileiros. A operação vai evitar fraudes na concessão de seguro defeso, no período de reprodução do pescado, quando os profissionais ficam inativos.

Até o momento, anunciou o ministro, já foram suspensas 229.143 carteiras de pescador. A eliminação dos falsos pescadores representa forte economia para os cofres públicos.

O recadastramento, feito a partir da data de aniversário do pescador, deve ser concluído em novembro de 2014, segundo Clemerson Pinheiro, diretor do Departamento de Registro da Pesca e Aquicultura do MPA.

Expansão contínua

A aquicultura nacional deve continuar a crescer acelerado nos próximos anos. De acordo com Sérgio Mattos, diretor do Departamento de Monitoramento e Controle do MPA, a produção aquícola pode aumentar 40% em 2014, com a participação de novos piscicultores e a entrada em atividade de novos parques aquícolas, que poderão produzir juntos mais 200 mil toneladas de pescado por ano.

Hoje, recorda, muitos parques aquícolas – locais demarcados nos reservatórios para a criação de peixes em gaiolas – estão em produção, como ocorre em Itaparica (PE/BA), Serra da Mesa (GO), Xingó (SE e AL), Três Marias (MG) e Moxotó (PE/BA).

06_12_13_destaque04_rj_crivella_anuncia_RECORDE_aquicola_producao_2013_002Os empreendimentos demandam mais e mais profissionais especializados. De acordo com Elizeu Brito, presidente da Federação Nacional dos Engenheiros de Pesca, atualmente existem 25 cursos da disciplina no Brasil, com a oferta de duas mil vagas. Muitos são novos, como os de Laguna (SC), Registro (SP), Piuma (ES) e Presidente Médici (RO). Em 2014 estão previstos novos cursos na Paraíba, em Pernambuco e no Maranhão.  Para Elizeu, a expansão da aquicultura abre grandes oportunidades de trabalho no setor.

O potencial brasileiro para a criação de pescado é um dos maiores do mundo. O País conta com 13% da água doce do planeta, extenso litoral, espécies promissoras e condições para produzir grãos, ou seja, ração. Mercado é o que não falta. No Brasil, o consumo cresce ano a ano. No mundo, o pescado é a proteína animal mais consumida.

Pesca Ilegal

Ainda no lançamento do Plano Nacional de Combate à Pesca Ilegal, o ministro Crivella comemorou a união de esforços de pastas e órgãos do Governo Federal para combater a pesca predatória.

Muitos dos presentes também se manifestaram sobre a importância da iniciativa. O presidente da Confederação Nacional de Pesca e Aquicultura no estado do Rio de Janeiro, José Maria Pugas, recordou que o plano vai garantir cidadania aos pescadores. Para ele, chegou o momento do setor tomar “uma decisão firme” sobre o assunto.

O presidente da Federação dos Pescadores e Aquicultores de Rondônia, Hélio Braga, destacou que o plano “é o que sempre o setor tinha anseio”, porque representa um estímulo ao trabalhador legalizado. Já o presidente da FEPESC (Federação de Pesca do Estado de Santa Catarina), Ivo da Silva, enfatizou que o plano deve ajudar os pescadores a superar pendências legais com embarcações. Para Mônica Brick Peres, da Secretaria de Biodiversidade e Florestas do MMA, o plano ataca um dos principais problemas da pesca em todo mundo, a ilegalidade. “O apoio do setor pesqueiro é um indicador da maturidade da sociedade brasileira”. Na opinião de José Dias Neto, do Ibama, o plano pode levar a pesca brasileira ao patamar da sustentabilidade.

Fonte e fotos: Ascom MPA

Edição: Helen Assumpção – Comunicação Nacional do PRB

*O seu material também pode ser publicado no Portal PRB. Você pode enviar fotos, textos, áudios ou vídeos para o email pautas@prb10.org.br

TAGS:
REPORTAR ERRO

Informar erro

COMPARTILHE

FALE CONOSCO

O PRB está de portas abertas para ouvir você

Sugestões, críticas, dúvidas e elogios

faleconosco@prb10.org.br

FALE COM O PARLAMENTAR

Nesta semana, envie sua mensagem para a deputada federal Tia Eron

dep.tiaeron@camara.leg.br
(61) 3215-5618

QUEM É QUEM

Conheça as lideranças do Partido Republicano Brasileiro

CONFIRA

EU REPÓRTER

Deseja indicar uma matéria para sair aqui no Portal PRB?

pautas@prb10.org.br

RECEBA NO SEU EMAIL

Enviamos para seu email os destaque da semana.
Faça parte do Boletim 10!

Respeitamos seu email. Não gostamos de SPAM.

Você foi inscrito com sucesso!

Pin It on Pinterest