Rosangela Gomes leva esperança de dias melhores à população de Nova Iguaçu (RJ)

Em 2015, Rosangela Gomes assegurou R$ 8,5 milhões para melhorar a saúde em Nova Iguaçu por meio de emendas parlamentares.

Em 2015, Rosangela Gomes assegurou R$ 8,5 milhões para melhorar a saúde em Nova Iguaçu por meio de emendas parlamentares

 

Nossa entrevista da semana é com a deputada federal Rosangela Gomes, pré-candidata a prefeita pelo PRB em Nova Iguaçu (RJ), nas eleições municipais deste ano. Mulher negra, de origem pobre e que viu na política a oportunidade de ajudar o povo a superar as dificuldades que ela própria sentiu na pele, Rosangela, antes de entrar na política, foi vendedora ambulante, auxiliar de serviços gerais e auxiliar de enfermagem na Cruz Vermelha e no Hospital da Posse, em Nova Iguaçu. A republicana é formada em Direito e pós-graduada em políticas públicas pela IUPRJ.

Por onde passa, a republicana tem defendido as mulheres, os negros e a população mais pobre. Vereadora por três mandatos, foi eleita deputada estadual em 2010 e em 2014, com mais de 100 mil votos, conquistou uma uma vaga na Câmara dos Deputados. Confira na íntegra a entrevista concedida à Agência PRB Nacional.

 

ENTREVISTA

Agência PRB Nacional – Como surgiu essa vontade de disputar a Prefeitura de Nova Iguaçu?

Rosangela Gomes – A ideia de disputar as eleições veio da minha história de vida e do desejo enorme de ajudar o povo da minha cidade a ter uma vida melhor. Eu nasci, fui criada e moro em Nova Iguaçu e minha família nunca morou em outro lugar. Eu amo Nova Iguaçu e como todo cidadão, desejo morar numa cidade bonita, bem cuidada e o povo vivendo com dignidade. Foi com esse sentimento que aceitei o desafio de ser a esperança dos iguaçuanos que continuam sofrendo com a falta de infraestrutura, saúde, educação, transporte e de várias outros serviços públicos de qualidade. As pessoas pensam no Rio de Janeiro e falam: nossa que cidade maravilhosa! No entanto, bem pertinho de Copacabana está a Baixada Fluminense e a nossa Nova Iguaçu. Lugar da minha origem, de onde eu sou nascida e criada. Para que você entenda a motivação de colocar meu nome à disposição do povo, na minha infância eu morava na Cobrex, um bairro pobre que não tinha luz, o esgoto era a céu aberto e para ir à escola tinha subir o morro enfrentando a lama e a poeira. Eu conheço bem a realidade do povo e infelizmente ainda existe uma grande parcela da população que ainda vive sem asfalto, saneamento, pavimentação e água potável. O poder público precisa chegar nesses lugares e cumpri o seu papel, e por isso que sou pré-candidata.

 

Agência PRB Nacional – Nova Iguaçu já teve alguma prefeita?

Rosangela Gomes – Eleita nunca teve. Será a primeira oportunidade que Nova Iguaçu terá de eleger uma mulher prefeita para os quatro anos de mandato.

 

Agência PRB Nacional – Então, você pode ser a primeira mulher eleita prefeita na cidade?

Rosangela Gomes – Sim, e isso aumenta ainda mais a minha responsabilidade e o compromisso com o povo. Nova Iguaçu e o Estado do Rio de Janeiro já me permitiu ser a primeira deputada federal da história eleita da minha cidade. Além de ser a primeira mulher, tenho orgulho de ter sido a primeira negra, nascida e criada em Nova Iguaçu, eleita deputada federal.

 

Agência PRB Nacional – Na sua avaliação, quais são os maiores problemas da cidade?

Rosangela Gomes – O nosso maior problema é a saúde. Temos apenas um único hospital para atender a região toda, que é um hospital federal conveniado com a prefeitura. O problema é que o município recebe recursos do governo federal para atender somente a população da cidade, mas o hospital precisa atender as demais cidades. Isso é ruim, não no sentido de não querermos atender as pessoas dos outros municípios, mas de não termos condições de oferecer uma saúde de qualidade ao munícipe e tampouco aos moradores das cidades adjacentes. Para agravar a situação, um dos principais hospitais da cidade, o Iguaçu, está fechado há cerca de 10 anos. Outro problema é que o governo federal não repassa os recursos do SUS em dia e a prefeitura não se empenha para corrigir o problema da falta de condições de custeio do hospital em funcionamento. Por isso, a saúde se tornou um pesadelo para nossa cidade.

O segundo problema é a falta segurança. Com a implantação da UPP’s no Rio de Janeiro, o tráfico de drogas e a violência que havia nas comunidades cariocas migraram-se para Nova Iguaçu e para as cidades próximas como Mesquita, Belford Roxo, Japeri, Parancambi. Para enfrentar esse problema é preciso entender que não se faz segurança só com polícia matando bandido e bandido matando polícia, com o trabalhador no meio dessa guerra. Segurança, sobretudo no meu entendimento, começa desde o planejamento familiar perpassando pela educação. Você não quer que amanhã tenhamos um indivíduo que seja cidadão se nós não oferecermos cidadania para ele.

 

Agência PRB Nacional – O serviço de transporte público também tem sido um problema para a população de Nova Iguaçu?

Rosangela Gomes – Esse é outro problema que afeta diretamente o povo da cidade. A nossa região é composta por cidades dormitórios. Os trabalhadores precisam levantar às 4 horas da manhã para pegar o trem lotado em direção à capital do Rio de Janeiro, onde tem emprego. Eles viajam 40 minutos de trem e se for de ônibus são duas horas e meia em 35 km de percurso. É perto, mas nos horários de pico, a população sofre para chegar ao local de trabalho por conta de um serviço de transporte público ineficiente. O povo sai de casa de madrugada, trabalha o dia inteiro e volta lá para 10 ou 11 horas da noite e ainda tem de cuidar dos filhos e da casa. Depois disso tem que dormir por volta da meia noite e precisa acordar às 4 horas da manhã novamente. Por esses e outros fatores eu digo que a nossa região é muito castigada pela falta investimentos em todos as áreas. Nosso maior sonho é fazer os governos estadual e federal olhar para Nova Iguaçu. O governo municipal tem de investir na qualidade do transporte  e melhorar a vida do trabalhador com serviços públicos eficientes na cidade.

 

Agência PRB Nacional – Nesses quase dois anos como deputada federal, o que já foi feito para ajudar o povo de Nova Iguaçu?

Rosangela Gomes – Eu destinei quase 10 milhões de reais de emendas parlamentares para melhorar a saúde de Nova Iguaçu, além de outras atuações junto com o governo federal para melhorar a vida do povo. Foram R$ 6 milhões para construção do Hospital de Nova Iguaçu; R$ 2 milhões para o Hospital do Fundão; R$ 2,6 milhões para o cursos de qualificação para mulheres. Por meio desses cursos, as pessoas terão oportunidade de obter formação técnica na área de informática, hotelaria, espanhol, inglês, artesanato e um mix de cursos e de qualificação para inserir essas mulheres no mercado de trabalho. Então, nós demos uma contribuição extremamente positiva. Com relação aos R$ 6 milhões para a saúde de Nova Iguaçu, infelizmente, o projeto para liberação do dinheiro está na mesa do prefeito e ele não assina. Com isso, a população corre o risco de ficar sem esse recurso tão importante. Estamos tentando reverter, mas tenho a consciência tranquila que estou fazendo tudo que tenho condição para ajudar o meu povo.

 

Agência PRB Nacional – Essa sua experiência como deputada federal pode ajudar muito no possível mandato de prefeita, não é mesmo?

Rosangela Gomes – Com certeza. Nós estamos no coração do Brasil. Todos os ministérios estão em Brasília, a maioria das estatais, o banco mundial e os órgão federais do governo ficam na capital do País. Essa convivência que tive na Câmara dos Deputados durante este um ano e meio, obviamente, me dará um suporte para que, se amanhã, se Deus permitir e o povo me aceitar, eu possa levar desenvolvimento e qualidade de vida para Nova Iguaçu. Essa experiência como deputada será fundamental para nossa gestão, caso o povo consiga perceber o amor e a vontade que tenho para cuidar dos Iguaçuanos.

 

Agência PRB Nacional – Como está a preparação para a campanha?

rosangela-gomes-prb-entrevista-da-semana-prefeita-nova-iguacu-rj-foto3-ascom-15-07-2016Rosangela Gomes – Nós estamos conversando muito com os partidos para acertar o nome do candidato a vice e trazer mais gente para nossa coligação. Já estamos na fase final da preparação para a convenção e trabalhando muito com objetivo de começar a campanha com todo vapor. Eu costumo dizer que nós estamos na fase de treinamento para a competição que vem a seguir. Estamos fazendo os ajustes finais para que a gente possa entrar em campo e disputar a partida. Estou ciente da responsabilidade que tenho de levar essa mensagem de esperança para as pessoas. Na última pesquisa interna que fizemos, estamos em empate técnico com o segundo colocado, bem perto do primeiro lugar. Estou muito feliz e ansiosa, uma ansiedade boa de poder oferecer o meu melhor e apresentar ao povo uma candidatura ficha limpa, com propostas para mudar a história da cidade, que eu tanto amo e que faz parte de toda a minha vida, desde o meu nascimento até exatamente o dia de hoje.

 

Agência PRB Nacional – O grupo já tem quantos nomes para disputar a eleição de vereador?

Rosangela Gomes – Nós temos 50 pré-candidatos, mas só poderemos lançar 32 nomes. A chapa de mulheres está completa e com relação aos homens, teremos que fazer alguns cortes, ou não, se entendermos que devemos coligar com mais partidos. Mas isso é algo para a executiva municipal pensar um pouco mais a frente. Os nossos pré-candidatos estão muito animados e otimistas com o resultado das eleições. Se você acompanhar as minhas redes sociais, vai ver que todo final de semana eu estou fazendo reuniões e caminhadas com os pré-candidatos nas comunidades. A nossa equipe está afinadíssima falando que o PRB é 10 e que nós queremos mudanças para o povo de Nova Iguaçu, que vive triste e sem perspectiva. Nós estamos nas ruas, falando que é possível acreditar na mudança e ela vai chegar porque o PRB pode oferecer essa transformação à população.

 

Agência PRB Nacional – O que a sua pré-candidatura representa para o povo de Nova Iguaçu?

rosangela-gomes-prb-entrevista-da-semana-prefeita-nova-iguacu-rj-foto4-ascom-15-07-2016Rosangela Gomes – Representa o elo direto com a poder público, sem intermediários e em linha reta, sem curvas ou qualquer tipo de obstáculo. Eu falo isso porque domingo eu estava no bairro da posse conversando com duas senhoras e elas choravam no momento que falaram comigo e uma delas me perguntou se eu seria mesmo candidata. Eu respondi que sim e se Deus permitir e o povo quiser, vou levar nosso projeto para as ruas com muita dedicação. Ela disse que era funcionária da rede municipal de saúde e me confidenciou que não aguentava mais o descaso da atual gestão com a saúde do município. Confidenciou que falta tudo (luva, gaze, remédios etc), e que estavam usando roupas usadas de cirurgia e, inclusive, o material de atendimento tinha de ser utilizado para dois pacientes. Isso é muito grave. Essa senhora me disse chorando que a saúde de Nova Iguaçu tinha chegado ao fim e ao caos. Lembro que ela me disse que não aceitava ninguém morrer no plantão dela. Veja que a pessoa tem compromisso com as vidas. Fiquei muito triste ao ouvir o relato dela. Se eu for eleita prefeita, não vou estar na sala com ar condicionado despachando, vou para as ruas ouvir a população para conhecer as prioridades de cada bairro e atender as demandas que estiverem ao nosso alcance. Do mesmo jeito que lei boa é aquela que nasce do povo, a gestão boa é aquela que é feita nas ruas conhecendo as reais necessidade da cidade.

 

Agência PRB Nacional – Qual a mensagem que você deixa ao povo de Nova Iguaçu?

Rosangela Gomes – Eu tenho dito durante esses seis meses de visitas às comunidades e nas redes sociais, que os iguaçuanos precisam acreditar na força que têm. A população está desacreditada no político, mas é possível acreditar que nós podemos mudar a história de nossa cidade se fizermos diferente. Eu quero dizer ao iguaçuano que se eleita for, o dinheiro da saúde vai ser aplicado na saúde, os recursos da educação na educação, o dinheiro do esporte no esporte. Parece o óbvio não é? Se os prefeitos que por lá passaram tivessem feito só isso, já teriam dado certo. Tenho dito para cada morador que Nova Iguaçu não é de coronéis, Nova Iguaçu é dos iguaçuanos. É preciso que a população acredite nisso. Nós não somos cabeças de gado, Nova Iguaçu é de um povo livre e trabalhador, que acorda de madrugada para trabalhar e só volta para casa quando já está na hora de dormir para trabalhar no dia seguinte. O pai e a mãe de família vão para o sol defender a alimentação, a escola do filho, a moradia e o sustento da casa. É um povo guerreiro e que merece ser tratado com respeito. Por isso, eu digo: acredite na virada. Se não acreditamos na mudança, nada vai mudar, tudo vai continuar como está ou pior. É preciso dizer um basta. Eu volto a frisar: Nova Iguaçu é do povo Iguaçuano. Agora é preciso que o povo acredite nisso. Por isso, levo ao povo da minha cidade, muita esperança.

Por Agência PRB Nacional
Foto 1: Douglas Gomes
Fotos 2 e 3: Ascom – deputada federal Rosangela Gomes

 

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

REPORTAR ERRO

Informar erro

COMPARTILHE

FALE CONOSCO

O PRB está de portas abertas para ouvir você

Sugestões, críticas, dúvidas e elogios

faleconosco@prb10.org.br

FALE COM O PARLAMENTAR

Nesta semana, envie sua mensagem para a deputada federal Tia Eron

dep.tiaeron@camara.leg.br
(61) 3215-5618

QUEM É QUEM

Conheça as lideranças do Partido Republicano Brasileiro

CONFIRA

EU REPÓRTER

Deseja indicar uma matéria para sair aqui no Portal PRB?

pautas@prb10.org.br

RECEBA NO SEU E-MAIL

Enviamos para seu email os destaque da semana.
Faça parte do Boletim 10!

Respeitamos seu email. Não gostamos de SPAM.

Você foi inscrito com sucesso!

Pin It on Pinterest