Incansável no trabalho político no município de Volta Redonda, Paulo Baltazar trabalha por mudanças

Incansável no trabalho político no município de Volta Redonda, Paulo Baltazar trabalha por mudanças

 

Um homem a serviço do povo. Assim se define o vereador do município de Volta Redonda, Paulo Baltazar (PRB-RJ). O comprometimento com as causas sociais, segundo ele, são vocacionais. Como médico, entende bem a dor e não foge da luta diária para que as pessoas tenham qualidade de vida. No currículo, um trabalho ativo, foi eleito vereador em 1988 e prefeito de Volta Redonda em 1992. Deputado federal por dois mandatos, em 1998 e 2002.

Na Câmara dos Deputados foi relator da CPI do Narcotráfico, presidente da Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, vice-presidente da CPMI do Mensalão, titular da CPI do Tráfico de Armas e coordenador do Grupo de Trabalho de Segurança Nuclear. Em 2012, o reconhecimento do trabalho: eleito o vereador mais votado para a Câmara Municipal.

Baltazar, pré-candidato a prefeito, quer mais, muito mais, e não poupa críticas à atual gestão em Volta Redonda: “As pessoas só têm um caminho, que é mudar os políticos que se comprometeram e não cumpriram com sua palavra”, dispara.

 

ENTREVISTA

PRB/RJ– Como está o seu trabalho político em Volta Redonda?

Paulo Baltazar– A nossa luta é pela mudança do poder político e pela concepção de se fazer política na cidade, que é extremamente importante no estado e ainda tem vários problemas, sendo um deles, plano de mobilidade urbana. Nosso trabalho é constante. Fizemos um projeto de audiência pública para discutir o plano de mobilidade urbana com a sociedade. Esse é um grande nó crítico na cidade.

 

PRB/RJ– O senhor é médico e tem trabalhado em relação à questão da saúde no município. Qual a sua maior preocupação?

Paulo Baltazar– Uma das questões mais críticas da região Sul do estado é que não existe hospital regional funcionando. Existe um hospital regional em construção, que há três anos era para estar pronto, aumentando as vagas de internação, vagas em CTI e atendimentos em alta complexidade. É uma grande luta porque desafogará os hospitais da região, dando melhor qualidade de vida às pessoas.

 

PRB/RJ– E em relação à educação?

Paulo Baltazar– O outro grande desafio é na área de educação. Não temos um Plano Municipal de Educação. Volta Redonda não fez o seu Plano e a estimativa é de que fosse entregue no dia 24 de junho, mas só será entregue provavelmente em setembro. Há questões importantes a serem discutidas como a escola em tempo integral, a possibilidade de nos próximos dez anos garantir que todas as crianças estejam em creche.

 

PRB/RJ– E em relação à polêmica discussão da ideologia de gênero prevista para ser incluída no Plano Municipal de Educação. Qual a sua opinião?

Paulo Baltazar– Esta questão da ideologia de gênero é uma concepção que tentam colocar dentro dos planos municipais de educação, que dizem que a criança nasce neutra, não tem sexo. A ideia é que a criança é quem vai escolher o sexo adiante, quando estiver com determinada idade. Não concordamos com isso porque a Biologia e a Psicologia dizem que menino nasce menino e menina nasce sexualmente menina. É uma discussão, um longo debate em todo País, e não é diferente em Volta Redonda.

 

PRB/RJ– E o que mais lhe preocupa no município?

Paulo Baltazar– Nosso trabalho é extenso, o prefeito Neto (Antônio Francisco Neto) foi cassado durante dois anos, desde 2013, mas conseguiu desfazer a cassação. A cidade parou: faltam médicos e remédios nos postos. Sou médico e sinto-me realmente incomodado com esta situação porque sei o quanto as pessoas sofrem. Esta é uma luta grande, mas estamos confiantes porque o PRB tem nos dado suporte para fazer esta defesa e estar nesta batalha.

 

PRB/RJ– Acredita que com tantas adversidades consiga realizar o seu trabalho? Por quê?

Paulo Baltazar– Acredito porque quando a sociedade elege um político acredita que ele é capaz de lutar apesar das dificuldades. Penso que a crise que vivenciamos no Brasil inteiro é uma oportunidade para aqueles que acreditam e não têm medo de lutar. E tudo isso com a ajuda do povo. A mudança vem com a participação popular, não tenho dúvidas.

 

PRB/RJ– O senhor acredita que o eleitor está mais participativo, mais envolvido e interessado em política?

Paulo Baltazar– A cabeça do leitor não é estática, ela muda. Apesar de toda desesperança com a política de um modo geral, as pessoas acreditam que é possível a mudança. Ela só tem um caminho, que é mudar os políticos que se comprometeram e não cumpriram com sua palavra. A situação nacional mostra isso, uma presidenta que foi eleita e agora sofre os desgastes por não ter cumprido exatamente o que prometeu na campanha. A população está antenada nos meios de comunicação e observa o que o político faz, o que pensa, como se comportou ou se comporta na Câmara dos Deputados, na Assembleia Legislativa e Câmara dos Vereadores. Hoje a conduta de cada um é olhada muito de perto e, por isso, ocorrem as mudanças, o que acho muito salutar.

 

PRB/RJ- O PRB teve um crescimento notório nas últimas eleições. A que o senhor atribui este bom desempenho?

Paulo Baltazar– Atribuo à coerência. A partir da liderança que mantém, a coerência no que fala e no que faz. O senador Marcelo Crivella, por exemplo, luta muito e conseguiu vitórias expressivas, inclusive na saúde. Uma delas foi ter conseguido garantir que os médicos das forças armadas pudessem trabalhar no setor público. Isso é louvável, principalmente porque conheço esta área, que é a que milito e onde há dificuldade de médicos. O exemplo de vida e de trabalho do Crivella, e como de tantos outros que desempenham um trabalho consistente e sério, faz com que o PRB conquiste confiança e respeito popular. Este é o nosso diferencial, somos diferentes de muitos partidos que não têm imagem, pelo menos imagem positiva não têm. Ao contrário, muitos só possuem imagem negativa.

 

PRB/RJ– Quais são suas perspectivas para as Eleições de 2016?

Paulo Baltazar– É uma incógnita em função do cenário da política nacional, mas acredito que o PRB vai se sair bem até pela sua coerência e trabalho ao longo do tempo. Não é uma disputa fácil, mas creio que o partido vai crescer bastante, sobretudo pela imagem séria e coerente que projeta na sociedade. Que nosso trabalho continue cada vez melhor porque esta nação merece.

 

Texto: Mônica Soares / Ascom  – PRB Rio de Janeiro
Foto: José Muniz

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

REPORTAR ERRO

Informar erro

COMPARTILHE

FALE CONOSCO

O PRB está de portas abertas para ouvir você

Sugestões, críticas, dúvidas e elogios

faleconosco@prb10.org.br

FALE COM O PARLAMENTAR

Nesta semana, envie sua mensagem para a deputada federal Tia Eron

dep.tiaeron@camara.leg.br
(61) 3215-5618

QUEM É QUEM

Conheça as lideranças do Partido Republicano Brasileiro

CONFIRA

EU REPÓRTER

Deseja indicar uma matéria para sair aqui no Portal PRB?

pautas@prb10.org.br

RECEBA NO SEU EMAIL

Enviamos para seu email os destaque da semana.
Faça parte do Boletim 10!

Respeitamos seu email. Não gostamos de SPAM.

Você foi inscrito com sucesso!

Pin It on Pinterest