Eduardo Lopes agradece aos republicanos a dedicação nas eleições municipais

Eduardo Lopes destacou a importância dos republicanos que foram para as ruas pedir votos em busca de melhorias para o municipio onde vivem. Ele atribuiu o crescimento do partido à luta de cada um dos candidatos do PRB.

Eduardo Lopes atribuiu o crescimento do partido à luta de cada um dos candidatos do PRB

Em curva de crescimento constante desde a primeira eleição que disputou, o Partido Republicano Brasileiro (PRB) ampliou o número de vereadores e prefeitos eleitos em todo o Brasil. Para falar sobre o resultado das eleições do partido, conversamos com o presidente nacional interino, o senador Eduardo Lopes.

Se em 2012 eram 80 prefeitos, somente no primeiro turno das eleições deste ano, o partido já conta com 104 prefeitos eleitos*. O número de vereadores também saltou de 1.207 para 1.622* neste ano. Segundo Eduardo Lopes, o resultado demonstra a confiança que a população tem no partido e o empenho dos republicanos em todo o País.

Fora isso, entre os dez maiores partidos do Brasil, o PRB foi o que mais cresceu em número de votos para prefeito. Foram 3,8 milhões de votos, o que representou um crescimento percentual de 51% em relação a 2012.

Confira a entrevista na íntegra.

 

ENTREVISTA

Agência PRB Nacional – Qual o balanço que pode ser feito das eleições 2016 para o PRB?
Eduardo Lopes – Em primeiro lugar, é preciso dizer que essa eleição foi diferente de todas as outras. A começar pela redução do tempo de campanha para 45 dias, a proibição da doação de empresas e as demais mudanças feitas pela minirreforma eleitoral. Fora isso, foi uma eleição muito difícil por conta da crise na economia brasileira, pelo processo de impeachment e os inúmeros casos de corrupção. Mesmo com essas dificuldades, o PRB alcançou, mais uma vez, um papel de destaque na eleição. O partido foi o que mais cresceu em número de votos para prefeito entre as dez maiores legendas do País. Saltamos de 80 para 104 prefeitos*, com um crescimento de 30% comparado com 2012. Além disso, passamos de 1.207 para 1.622 vereadores*, um salto de 26% no número de parlamentares municipais. Esses resultados fortalecem, ainda mais, o PRB. Atualmente, já estamos entre os maiores partidos do Brasil no Congresso Nacional. Esse resultado, antes de ser motivo de alegria, orgulho, traz uma responsabilidade muito grande para nós. Isso mostra confiança e credibilidade no partido por parte da população. Tivemos um número grande de mulheres eleitas, inclusive, em capital. Mais uma vez, fica provado que a mulher no PRB não é uma cota. A gente acredita e incentiva que as mulheres ocupem espaço. O balanço que eu faço é positivo. Claro que todo mundo queria que fosse melhor e não é diferente conosco, mas no que diz respeito ao resultado de fato, o PRB alcançou, mais uma vez, um papel de destaque nas eleições, ocupando um importante espaço na política nacional.

 

Agência PRB Nacional – Esses números atendem a expectativa do partido?
Eduardo Lopes – Nós tínhamos uma meta audaciosa. Estávamos trabalhando para triplicar a bancada de vereadores e o número de prefeitos. Se for falar nessa condição, não conseguimos atingir o que foi estabelecido. Claro que as circunstâncias da própria eleição não contribuiu muito com nossas campanhas. Mas ainda que não conseguimos alcançar o plano traçado, o resultado foi muito bom. Repito, se me perguntar, eu queria que fosse melhor, mas dentro da realidade, nós crescemos e aumentamos a quantidade de eleitos em relação a 2012. De certa forma, alcançamos uma meta, a de não ficar para trás.

 

Agência PRB Nacional – O PRB conta com eleitos em todos os estados da Federação. Isso é um fato importante, não é mesmo?
Eduardo Lopes – Com certeza. Essa conquista mostra o quanto o PRB é um partido de âmbito nacional. Temos eleitos em todos os estados e uma representação nas capitais. Nós conseguimos eleger 37 vereadores em 22 capitais brasileiras. Mostra que o PRB é realmente um partido de representação nacional comprovada. Estamos presentes em todos os estados, com o partido atuante e buscando soluções para os problemas sociais encontrados. Sem dúvida, mais um motivo para comemorar.

 

Agência PRB Nacional – O partido teve mais de 18 mil candidatos nestas eleições, muitos não conseguiram êxito na jornada. O que pode ser dito a esses republicanos que disputaram mas não conseguiram vencer?
Eduardo Lopes – Muito pertinente a pergunta. Inclusive, nós realizamos uma reunião na sede estadual do PRB Rio de Janeiro, para agradecer aos republicanos que foram candidatos nas eleições na capital. A minha palavra dita lá serve para todos os republicanos do Brasil que colocaram a cara nas ruas e apresentaram propostas de dias melhores à população. Em primeiro lugar, eu quero dizer a todos os candidatos que não se elegeram, que não existe derrota, pelo contrário, foram muitas vitórias. Só quem já foi candidato sabe entender o que é disputar uma eleição. Muitas vezes, o importante não é a chegada e, sim, o caminho percorrido. Fizeram uma campanha bonita, transparente e do jeito que nós gostaríamos que fosse. Não ser eleito faz parte da política e eu costumo dizer que só não perde eleição quem não disputa. Os candidatos prestaram um grande serviço ao PRB: foram às ruas para conquistar os votos para eles e também para o partido. Se não fosse cada um dos candidatos republicanos do Brasil, nós não teríamos batido a marca de 3,8 milhões de votos nas eleições para prefeito e outros 4 milhões para vereador. Foram quase 8 milhões de brasileiros que votaram no PRB (no primeiro turno). Esse é um número que precisa ser comemorado, sinal que estamos no caminho certo. Peço para que todos continuem firmes e fortes na luta e não achem que foram derrotados. O Crivella fala que a dor de não ser eleito é muito forte, mas ela passa e a vida continua. Ele já amargou essa dor algumas vezes e, agora, está aí na iminência da vitória numa das maiores cidades do País! É importante destacar que ele só está vivendo esse momento porque já foi candidato a governador duas vezes e essa é a terceira vez que disputa o cargo de prefeito do Rio. Crivella ganhou as duas eleições para senador que disputou, mas as outras de prefeito e governador, ele perdeu. O Crivella fala assim: “Isso nunca me diminuiu, só me engrandeceu”. Para os republicanos que disputaram a eleição, a minha palavra é que não houve nenhuma derrota, pelo contrário, são todos vitoriosos pela coragem de colocar o nome na praça e participar do processo democrático. O PRB marcou posição e os candidatos do partido contribuíram de forma efetiva para que esse resultado fosse alcançado. Eu quero agradecer a cada um dos republicanos que disputou a eleição e por cada voto que conseguiu para a própria campanha e a favor do PRB.

 

Agência PRB Nacional – De que forma, o partido está se organizado para atender e ajudar esses novos vereadores e prefeitos?
Eduardo Lopes – Após o segundo turno, vamos fazer uma reunião da Executiva Nacional para tratar desse assunto. A proposta inicial é fazer um encontro nacional com os eleitos do PRB nestas eleições. Queremos reunir todos, em Brasília, para falar sobre gestão municipal, convênios e formulação de projetos com o governo federal para que todos possam fazer um excelente mandato. Outra coisa é que vamos colocar o partido nacional e a bancada federal à disposição dos prefeitos e vereadores. Vamos apresentar, no encontro, quais os projetos que o PRB Nacional pensa para os municípios. Cabe a nós prestar esse apoio. Só para se ter uma ideia, temos muitos municípios que deixam de obter recursos do Fundeb porque não apresentam os projetos corretamente ou, até mesmo, nem chegam a desenvolver o projeto. Eu quero trabalhar essa questão com os 104 prefeitos e 145 vices* para produzir um projeto padrão com a digital do PRB. Fora isso, a bancada federal estará à disposição dos republicanos para buscar recursos e levar desenvolvimento aos municípios. É claro que cada prefeito deve buscar o deputado do seu estado, e eu estarei no Senado para contribuir de forma efetiva. Claro que não dá para atender a todos porque represento o Rio de Janeiro. Certamente, as minhas emendas serão para o estado. Mas em nível federal, sou um interlocutor incansável junto ao Governo Federal para oferecer, a eles, as condições necessárias de uma gestão modelo para o partido crescer em 2018 e ainda mais em 2020.

 

Agência PRB Nacional – O PRB é um partido que trabalha com metas bem definidas. Após as eleições deste ano, o que o partido pensa para a disputa em 2018?
Eduardo Lopes – Nós já tínhamos uma conversa prévia sobre as nossas metas de 2018. É claro que o resultado dessas eleições será a nossa base para mais essa etapa de crescimento. Nós já temos a proposta de dobrar a bancada federal, chegando a pelo menos 40 deputados federais. Também queremos aumentar o número de senadores, passando para quatro ou cinco parlamentares. Vamos, também, lançar candidatos ao governo dos estados, onde tivermos condições de disputa. Onde surgirem pessoas que já estão no PRB ou que querem vir para o partido para disputarem a eleição para governador, nós vamos estudar cada caso e trabalhar para aumentar nossos números em todo o País. Estamos trabalhando de forma muita clara para aumentar nossa bancada federal, ampliar nossa força no Senado e nos governos estaduais.

 

Agência PRB Nacional – De que forma o crescimento do PRB beneficia a população?
Eduardo Lopes – A relação do PRB com o poder é muito clara e definida. Nós não estamos na política pelo poder constituído do Estado, o nosso trabalho está focado no sentido literal do “poder de realização”, fazer mais e melhor para o povo. A minha definição de política, que sempre falo nos eventos e reuniões que participo, fora do cenário de qualquer definição filosófica, é que a política só é verdadeira quando faz transformação social. Nós queremos ocupar os espaços para decidir o que fazer e como fazer para melhorar a vida das pessoas. Tanto é que precisamos levar para todos os cantos do Brasil o slogan do candidato Crivella que diz assim: “Chegou a hora de cuidar das pessoas”. E agora, no segundo turno, isso foi aperfeiçoado para “Crivella vai cuidar das pessoas”. Então, esse é o objetivo maior do PRB: cuidar das pessoas. Não queremos o poder pelo poder, nós queremos o poder de fazer, de realizar, de melhorar a vida das pessoas. É isso que nós queremos. Diante disso, quanto mais vereadores, prefeitos, deputados estaduais e federais, senadores e governadores, teremos mais condições de fazer a boa política.

Por Agência PRB Nacional

 

(*Fonte: TSE em 17/10/2016, às 9h)

 

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

REPORTAR ERRO

Informar erro

COMPARTILHE

FALE CONOSCO

O PRB está de portas abertas para ouvir você

Sugestões, críticas, dúvidas e elogios

faleconosco@prb10.org.br

FALE COM O PARLAMENTAR

Nesta semana, envie sua mensagem para a deputada federal Tia Eron

dep.tiaeron@camara.leg.br
(61) 3215-5618

QUEM É QUEM

Conheça as lideranças do Partido Republicano Brasileiro

CONFIRA

EU REPÓRTER

Deseja indicar uma matéria para sair aqui no Portal PRB?

pautas@prb10.org.br

RECEBA NO SEU E-MAIL

Enviamos para seu email os destaque da semana.
Faça parte do Boletim 10!

Respeitamos seu email. Não gostamos de SPAM.

Você foi inscrito com sucesso!

Pin It on Pinterest