Marinho quer ouvir Ricardo Teixeira, José Hawilla e José Lázaro Margulies na CPI da FIFA

Marinho quer ouvir Ricardo Teixeira, José Hawilla e José Lázaro Margulies na CPI da FIFA

Para Márcio Marinho, os três depoimentos darão maior lucidez aos trabalhos da CPI

 

Brasília (DF) – O líder do PRB na Câmara, deputado federal Márcio Marinho (BA), apresentou três requerimentos de convocação para ouvir o ex-presidente da CBF, Ricardo Teixeira, o advogado, jornalista e empresário José Hawilla e o empresário José Lázaro Margulies na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da FIFA e CBF. Segundo o republicano, os três depoimentos darão maior lucidez aos trabalhos da CPI.

“Ricardo Teixeira é um dos nomes envolvidos no escândalo da FIFA, um dos maiores casos de corrupção no futebol mundial. Ao todo, 16 dirigentes foram acusados no processo, que teve início com a prisão, entre outros, do ex-presidente da CBF, José Maria Marin. Teixeira foi acusado de receber suborno por contratos ligados a competições da Conmebol e da CBF. E também pelo contrato de patrocínio estabelecido pela entidade em 1996 com uma empresa americana de material esportivo. No caso desse contrato, a acusação é que Teixeira recebeu cerca de 20 milhões de dólares de propina (metade da comissão que a Traffic, empresa de marketing, teria direito)”, disse Marinho.

Para ele, outro depoimento que deve ajudar a elucidar os crimes de corrupção envolvendo a FIFA é o do empresário José Hawilla. ‘O empresário brasileiro José Hawilla é proprietário da Traffic, empresa especializada em marketing esportivo e responsável pelo marketing da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e da Seleção Brasileira de Futebol, que é detentora dos direitos comerciais da Copa América, Copa Mercosul, torneios pré-olímpicos, campeonatos sul-americanos sub-17 e sub-20. Réu confesso no processo, Hawilla revelou à Justiça Americana que, desde 1991, tem a prática de pagar propinas por contratos de direitos de transmissão de competições oficiais. E disse ter consciência de que a prática era ilegal”, argumentou o líder do PRB.

Segundo Marinho, essas confissões são relatadas em documentos liberados pelas autoridades dos EUA. “Documentos apontam que o dono da Traffic selou contratos de direitos de transmissão de competições como Copa América, Copa Ouro e Copa do Brasil, além de patrocínios à Seleção Brasileira, por meio dessa prática. Por estar envolvido diretamente nesses escândalos acreditamos que sua convocação traria maior lucidez aos trabalhos desta CPI”, disse.

O último convocado a prestar esclarecimentos é o empresário José Lázaro Margulies, que também foi indiciado por corrupção pelo Departamento de Justiça dos Estados Unidos. “Ele é apontado como suspeito de ter intermediado pagamentos ilegais quando trabalhava com a venda de direitos de transmissão para a empresa de marketing esportivo Traffic, do também empresário José Hawilla”, acrescentou Marinho.

Texto: Mônica Donato / Ascom – Liderança do PRB
Foto: Douglas Gomes / Ascom – Liderança do PRB

 

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

REPORTAR ERRO

Informar erro

COMPARTILHE

FALE CONOSCO

O PRB está de portas abertas para ouvir você

Sugestões, críticas, dúvidas e elogios

faleconosco@prb10.org.br

FALE COM O PARLAMENTAR

Nesta semana, envie sua mensagem para a deputada federal Tia Eron

dep.tiaeron@camara.leg.br
(61) 3215-5618

QUEM É QUEM

Conheça as lideranças do Partido Republicano Brasileiro

CONFIRA

EU REPÓRTER

Deseja indicar uma matéria para sair aqui no Portal PRB?

pautas@prb10.org.br

RECEBA NO SEU EMAIL

Enviamos para seu email os destaque da semana.
Faça parte do Boletim 10!

Respeitamos seu email. Não gostamos de SPAM.

Você foi inscrito com sucesso!

Pin It on Pinterest